quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Solução so exercício do dia


De Ruiter,Danny (2182) - Timman,Jan H (2578)

16th Unive Open Hoogeveen NED (1), 19.10.2012


1.d4 Cf6 2.c4 e6 3.g3 c5 4.d5 exd5 5.cxd5 d6 6.Cc3 g6 7.Bg2 Bg7 8.Cf3 0–0 9.0–0 Te8 10.Bf4 Ce4 11.Cxe4 Txe4 12.Cd2 Txf4 13.gxf4 Bxb2 14.Tb1 Bg7 15.Cc4 b6 16.e4 Ba6 17.Dc2 Bh6 18.Cxd6 Dxd6 19.e5 Dd7 20.e6 Dd6 21.Tfe1



As brancas ameaçam com ganhar uma forte iniciativa utilizando os seus peções centrais. Qual é o melhor lance para as pretas?
 
21...Bf8?
 
Esta ambiciosa tentativa não funciona. O melhor lance é 21...Cd7! onde as pretas têm como mínimo igualdade, por exemplo após 22.exf7+ Rxf7 23.Da4 b5 24.Da3 Cf8 25.Te6 Cxe6 26.dxe6+ Dxe6 27.Bxa8 b4 28.Df3 Bc4=; 21...Bxf4 22.e7 Bxh2+ 23.Rh1 Cd7 24.e8D+ Txe8 25.Txe8+ Rg7 26.Tbe1±
 
22.f5
 
22.exf7+!?
 
22...Cd7
 
Agora este lance não tem o mesmo efeito: o centro branco está mais adiantado
 
23.fxg6 fxe6?
 
Melhor é 23...fxg6 24.exd7 Dxd7 25.Tb3 com ligeira vantagem branca
 
24.Txe6!?
 
24.dxe6+-
 
24...Df4 25.gxh7+ Rh8 26.Tbe1±
 
 
26...Bg7 27.T6e4 Df6 28.Te7 Cf8 29.Da4 Bd3 30.Dc6+- Td8 31.Dc7 Dd6 32.Txg7 Dxc7 33.Txc7 Cg6 34.d6 Bf5 35.Bc6
 
A vitória do condutor das brancas (2182 elo) sobre o experimentado grande mestre (2578 elo) foi a grande surpresa da primeira rodada deste open, realizado em simultáneo com o torneio principal que ganhara Nakamura 1–0

 

Guarapari recebe a semifinal do Brasileiro


Local ideal para enxadristas
Ambiente ideal para um torneio de xadrez, o SESC de Guarapari (ES) se prepara para receber, desde amanha, uma das semifinais (Região 1) do 79º. Campeonato Brasileiro de Xadrez, com direito a quatro vagas na final - a ser disputada em dezembro-.


O SESC – Centro de Turismo de Guarapari é um grande complexo hoteleiro (conta com 561 apartamentos) no bairro de Muquiçaba, que tem como principais atrações seu centro de convenções, o parque aquático e um ginásio de esportes com capacidade para 3500 pessoas. Nesta época do ano, ainda sem ingressar na temporada alta, o local está totalmente disponível para os enxadristas, que podem achar na paisagem urbana destas instalações a presença de espírito ideal para encarar uma competência da importância da semifinal. No local se respiram paz e tranquilidade, duas condições estimulantes para o estudo e a concentração que requerem os participantes. Os amplos espaços arborizados e a arquitetura –moderna, estilo brasileiro- são desculpas suficientes para boas caminhadas no complexo, que abarca 110.000 metros quadrados. Em resumo, uma excelente escolha dos organizadores - a CBX e a federação de xadrez de Espírito Santo na pessoa dos dirigentes Jonair Pontes e Claudio Ferreira.
Os suspeitos de sempre
No aspecto puramente esportivo, a prova apresenta uma nómina donde os principais titulados –grandes mestres e mestres internacionais- são também os candidatos de ferro a ficar com alguma das quatro praças. Os suspeitos de sempre. Porém não vai ser simples, porque imediatamente abaixo na pré-classificação aparecem mestres fide e enxadristas sem título, mas experimentados, que também pretendem um lugar na final.
O leitor pode ver a lista completa,  a medida que vai-se preenchendo, no seguinte link do site chess-results:
Enquanto escrevo estas linhas, os grandes mestres Krikor Mekhitarian e Everaldo Matsuura são os primeiros pré-classificados, seguidos pelos mestres internacionais Evandro Barbosa, Roberto Molina e Christian Toth e os mestres fide Luiz Abdalla, Álvaro Aranha, Dirceu Viana e Lincoln Lucena.  Dentre os participantes capixabas, Jorge Wilson da Rocha é o melhor pré-classificado.
A competência se realiza pelo sistema suíço em oito rodadas, sendo o árbitro da prova o internacional Elcio Mourão. As rodadas tem começo as 14.00 e 19.30 hs. nos dias quinta, sexta e sábado, enquanto o domingo muda para 09.00 e 15.00 hs.

O adversário de Campo
Mencionei Lucena e vale, para conhecer a história de alguns dos participantes, comentar para os mais novos que Lincoln foi, a metade dos anos oitenta, um dos candidatos a presidência da FIDE (Federação Internacional de Xadrez), com respaldo de importantes grandes mestres –entre eles o mesmíssimo Garri Kasparov ou Ulf Andersson, com quem Lucena mantém até os dias de hoje uma forte amizade- que desejavam uma alternativa ao então presidente Florencio Campomanes, um enxadrista e dirigente filipino que tinha chegado ao poder mediante uma complexa teia de acordos entre os países subdesenvolvidos e a União Soviética –mais uma inteligência singular-.
Campo, entretanto, não passava os melhores dias: ainda carregava nas costas o peso de ter cancelado o primeiro match entre Karpov e Kasparov pelo título mundial, e seu enfrentamento com o novo campeão (Kasparov tinha conquistado o título em 1985) e com algumas federações europeias importantes podia por em risco a sua presidência. Nessa conjuntura aparece Lucena como candidato dos adversários de Campomanes, e se chegou a olimpíada de Dubai como cenário da votação. Embora Lincoln tivesse esperanças de apresentar alguma luta, com o decorrer dos dias ficou claro que a quantidade de federações que apoiavam a candidatura do filipino só crescia, até que finalmente este último chegou a massa crítica e consolidou a sua liderança na FIDE. O resto é mais conhecido: Campo chegou até a estabelecer seu sucessor, o atual presidente Kirsan Ilyumzhinov.
De volta no Brasil, e até os presentes dias, Lucena desponta a sua faceta de enxadrista participando em provas por todo o território nacional. No seu palmarés aparece o título de campeão brasileiro de veteranos –e participação nos mundiais dessa categoria-. Morador da capital do país, Brasília, organizador de diversas provas nesse Distrito Federal – algumas delas com a participação de Ulf Andersson-, protagonista de mil lendas, dono de um estilo de jogo original, capaz de vencer aos mais fortes –mas também de perder pontos incríveis- Lincoln vai estar entre os protagonistas desta semifinal em Guarapari.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Nakamura vence Hoogeveens

 
Plenamente recuperado. Depois de uma fase má, o grande mestre Hikaru Nakamura (USA) venceu recentemente o torneio quadrangular de Hoogeveens com 4,5 pontos sobre 6 possíveis, e, mais importante, fazendo bons e bonitos jogos. Recomendamos ao leitor observar a sua vitória contra Hou Yifan e a da última rodada contra Tiviakov.
Justamente Sergey Tiviakov (Holanda) foi o segundo na prova, com 3 unidades. Com meio menos, seu compatriota Anish Giri pegou o bronze, sendo quarta a campeã mundial Hou Yifan (China) com 2 pontos. 

O exercício do dia

De Ruiter,Danny (2182) - Timman,Jan H (2578)
16th Unive Open Hoogeveen NED (1), 19.10.2012

1.d4 Cf6 2.c4 e6 3.g3 c5 4.d5 exd5 5.cxd5 d6 6.Cc3 g6 7.Bg2 Bg7 8.Cf3 0–0 9.0–0 Te8 10.Bf4 Ce4 11.Cxe4 Txe4 12.Cd2 Txf4 13.gxf4 Bxb2 14.Tb1 Bg7 15.Cc4 b6 16.e4 Ba6 17.Dc2 Bh6 18.Cxd6 Dxd6 19.e5 Dd7 20.e6 Dd6 21.Tfe1
 
 
As brancas ameaçam com ganhar uma forte iniciativa utilizando os seus peções centrais. Qual é o melhor lance para as pretas?
A solução vai ser postada amanha



 

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Regional Sudeste foi para o MI Limp

 
O mestre internacional Eduardo Limp (foto), com 5 pontos sobre 6 possíveis, foi o vencedor do Regional Sudeste realizado até o pasado domingo nas instalações do Tijuca Tennis Clube com organização da Fexerj, sendo o seu presidente, mf Alberto Mascarenhas, diretor da prova.
O representante de Paraná Hugo Mendonça Caetano (a revelação da prova, também obteve 5 pontos porém teve inferior sistema desempate que Limp) e o mineiro Frederico Gazel (4,5 unidades) completaram o pódio.
Destaque também para Marcio Baeta e Miguel Alvarenga de Carvalho, que também obtiveram 4,5 pontos classificando na quarta e quinta colocação.
As posições finais podem-se ver no seguinte link de chess-results:

domingo, 28 de outubro de 2012

MI Marcus Santos vence em Cuiabá

O mestre internacional Marcus V. Santos venceu o aberto Contaud na cidade de Cuibá ao obter 5 pontos sobre 6 possíveis. Com as mesmas unidades porém inferior sistema desempate completaram o podio o grande mestre Everaldo Matsuura e o mestre internacional Leandro Perdomo. Outros dos MI finalizaram quarto e quinto, Yago Santiago e Evandro Barbosa.
A prova se realizou nas instalações do hotel Veneza da capital matogrossense, e contou com participação de quase sessenta enxadristas. Santos teve bom sistema desempate pois entre seus adversários apareciam os que compartilharam com ele a primeira colocação, o que em definitiva resultou decisivo para a sorte da prova.

sábado, 27 de outubro de 2012

A solução do exercício

Dimos um dia mais! Porém finalmente aqui está a solução do exercício postado na passada quinta:


Fluvia Poyatos,Joa (2490) - Sjugirov,S (2624)Casino Barcelona Masters Barcelona ESP (1), 23.10.2012

1.e4 c5 2.Cf3 d6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 Cf6 5.Cc3 a6 6.Bg5 Cbd7 7.f4 Dc7 8.De2 e6 9.0–0–0 b5 10.f5 e5 11.Cd5 Cxd5 12.exd5 Cb6 13.Dh5 Be7 14.Bxe7 Dxe7 15.Cc6 Df6 16.Bd3 Bd7 17.Be4 Dh6+ 18.Dxh6 gxh6 19.Ca5 f6 20.Td3 Tg8 21.Th3 Tg4


 
Analise a continuação 22.Cb7!? A quem favorece ultimamente?
 
22.Cb7?!
 
A tentadora ideia tática trás este lance fracasa pelo correto jogo das pretas. Em cambio, precisa é 22.Bf3 onde 22...Ta4 23.Cb7 Re7 24.Txh6 Bxf5 25.Cxd6 é complexo e com alguma iniciativa preta, mas as brancas podem defender em linhas como 25...Bg6 26.Cf5+ Bxf5 27.d6+ Re6 28.Bxa8 Cxa8 29.d7 Rxd7 30.Txf6 Bg6 31.Td1+ Re7 32.Tfd6
 
22...Tb8 23.Bf3
 
23.Cxd6+ Re7 transpõe
 
23...Tf4 24.Cxd6+ Re7
 
 
As pretas sairam favorecidas da sequência iniciada com o translado do cavalo a b7. A continuação foi
 
25.Txh6
 
25.Cb7 e4 com clara vantagem
 
25...Rxd6 26.Txf6+ Re7 27.Th6 Bxf5 28.Te1 e4 29.Bxe4 Txe4 30.Txe4+ Bxe4 31.Te6+ Rd7 32.Txe4 Cxd5 33.c3 Tf8 34.Th4 Tf1+ 35.Rc2 Cf6 36.Rb3 Tf2 37.g3 h5 38.a4 bxa4+ 39.Ra3 Re7–+ 40.h3 Tf3 41.Rxa4 Txg3 42.Ra5 Tg2 43.b4 Ta2+ 44.Rb6 Ta3 45.c4 Ta4 46.b5 axb5 47.Rxb5 Ta3 48.c5 Tc3 49.Td4 Txh3 50.c6 Tc3 51.Rb6 Re6 52.Rb7 Tb3+ 53.Ra7 Ce8 54.Te4+ Rf7 55.Td4 Re7 56.Td7+ Rf6 57.Th7 Rg5 58.Te7 Cd6 59.Te5+ Rg4 60.Tc5 h4 61.c7 h3 62.Tc4+ Rg3 63.Ra8 Cxc4 0–1


Enxadrista de 103 anos ganha batalha legal contra governo argentino

Aron Schvartzman (nascido em 1908) foi campeão sul-americano de xadrez no ano 1934; nos últimos tesmpos foi materia nos jornais pela demanda legal entablada contra o governo argentino onde solicitou a atualização da sua aposentaduria.
Aos 103 anos, finalmente ganhou a batalha legal: a justiça ordenou aos organismos estatais que atualizem o monto que deve perceber o enxadrista, também conhecido por uma destacada carreira no campo da medicina.
Veja materia (em espanhol) no seguinte link:
E um jogo dele:
 
Schwartzman,Aaron - Bolbochan,Jacobo
Mar del Plata (7), 1936
1.d4 d5 2.c4 c6 3.Cf3 Cf6 4.e3 e6 5.Cc3 Cbd7 6.Bd3 dxc4 7.Bxc4 b5 8.Bd3 a6 9.e4 b4 10.Ce2 Bb7 11.e5 Cd5 12.0–0 Be7 13.Cg3 c5 14.Te1 cxd4 15.Cxd4 Dc7 16.De2 Cc5 17.Bc4 0–0 18.Bd2 Tfd8 19.Tac1 Db6 20.Dg4 g6
 
 
21.Bg5 Bxg5 22.Dxg5 Cd3 23.Bxd3 Dxd4 24.Tc4 Dxd3 25.Th4 f6 26.exf6 Tf8 27.Ce4 Dd4 28.Cd6 Dxf6 29.Dxf6 Txf6 30.Cxb7 Cf4 31.Cc5 g5 32.Tg4 Tg6 33.h4 h6 34.hxg5 hxg5 35.g3 Tc8 36.Te5 Ce2+ 37.Rf1 Cc1 38.Txb4 Cxa2 39.Ta4 Cc1 40.Txa6 1–0

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Regional Sudeste em Rio

Com participação de 43 enxadristas, no clube Tijuca de Rio de Janeiro se desenvolve o Regional Sudeste, prova que outorga prazas para a semifinal do Campeonato Brasileiro. Após duas rodadas são cinco os líderes: o mestre internacional Eduardo Limp, o mestre fide alemão Georg von Bulow (foto) e os enxadristas Pedro Paiva, Vinicius Rego e Frederico Gazel.
O mestre fide Alberto Mascarenhas, presidente da Fexerj, é o diretor da prova, enquanto o árbitro é o internacional Elcio Mourão.
O torneio pode-se ver no site da chess-results:
 

Doze líderes no torneio Contaud

A capital de Mato Grosso, Cuiabá, é sede de uma nova edição do torneio Contaud, com participação de quase sessenta enxadristas. A prova, que se extende até o próximo domingo, se realiza pelo sistema suíço em seis rodadas.
Após as primeiras duas rodadas, são doze os líderes da prova com o 100% de aproveitamento, entre eles o grande mestre Everldo Matsuura e os mestres internacionais Evandro Barbosa, Leandro Perdomo, Luis Rodi, Yago Santiago e Marcus V. Santos.
O torneio se pode seguir no site da chess-results:

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Exercício do dia

Fluvia Poyatos,Joa (2490) - Sjugirov,S (2624)
Casino Barcelona Masters Barcelona ESP (1), 23.10.2012

1.e4 c5 2.Cf3 d6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 Cf6 5.Cc3 a6 6.Bg5 Cbd7 7.f4 Dc7 8.De2 e6 9.0–0–0 b5 10.f5 e5 11.Cd5 Cxd5 12.exd5 Cb6 13.Dh5 Be7 14.Bxe7 Dxe7 15.Cc6 Df6 16.Bd3 Bd7 17.Be4 Dh6+ 18.Dxh6 gxh6 19.Ca5 f6 20.Td3 Tg8 21.Th3 Tg4

Analise a continuação 22.Cb7!? A quem favorece ultimamente?
(a solução, nesta sexta feira)

 

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

FIDE publica participantes do Grand Prix de Tashkent

theater
 
Entre os dias 22 de novembro e 4 de dezembro vai se realizar na capital de Uzbequistão, Tashkent, a segunda etapa do Grand Prix organizado pela FIDE -a primeira teve lugar um mes trás na capital inglêsa, Londres-. A institução confirmou que o estadounidense Gata Kamsky será o reemplazante de Vugar Gashimov, quem enfrenta problemas de saúde nestes dias. A lista completa de participantes é a seguinte:
 
NomePaísRating
Karjakin, SergeyRUS2780
Caruana, FabianoITA2772
Morozevich, AlexanderRUS2758
Kamsky, GataUSA2755
Wang, HaoCHN2748
Mamedyarov, ShakriyarAZE2748
Svidler, PeterRUS2747
Gelfand, BorisISR2736
Ponomariov, RuslanUKR2735
Leko, PeterHUN2734
Dominguez Perez, LeinierCUB2734
Kasimdzhanov, RustamUZB2690

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Nakamura ganha primeira volta em Hoogeveen

 
Se recuperando de atuações pouco convincentes, o grande mestre estadounidense Hikaru Nakamura (na foto, enfrnetando Hou Yifan) está mostrando um bom xadrez na Holanda, o que permitiu ele, ao cabo da primeira volta no tradicional torneio de Hoogoveens, ser o cômodo líder, com um ponto de vantagem sobre o seu mais imediato perseguidor.
A prova se realiza com quatro participantes, pelo formato round robin a dupla volta. Após as primeiras três rodadas Nakamura leva 2,5 pontos, fruto de duas vitórias e um empate. Com um ponto a menos, Sergey Tiviakov, que obteve três empates. Compartilham a terceira colocação -com um ponto- a campeã mundial Hou Yifan e a nova promesa holandesa -de origem russa- Anish Giri.
 
O jogo de hoje do líder da prova:
 
Nakamura,Hikaru (2786) - Hou Yifan (2605)
16th Unive Crown Hoogeveen NED (3.1), 23.10.2012
1.e4 c5 2.Cf3 d6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 Cf6 5.Cc3 e6 6.g4 h6 7.Tg1 e5 8.Bb5+ Cbd7 9.Cf5 a6 10.Bxd7+ Dxd7 11.g5 Cxe4 12.Cxg7+ Bxg7 13.Cxe4 Dc6
 
 
14.Dd3! Re7 15.gxh6 Bxh6 16.Bxh6 Txh6 17.De3 Th5 18.Td1 Bf5 19.Cg3 Bxc2 20.Cxh5 Bxd1 21.Rxd1 Dd5+ 22.Re2 Dxa2 23.Dg5+ Rd7 24.Df5+ Re7 25.Dc2 Da5 26.Cg3 Db5+ 27.Rf3 Dc6+ 28.De4 Th8 29.Cf5+ Rd7
 
 
30.h4 Db5 31.Td1 Dxb2 32.Cxd6 Rc7 33.Cc4 Db5 34.Cxe5 f6 35.Tc1+ Rb8 36.Tb1 f5 37.Dxf5 Dd5+ 38.De4 Tf8+ 39.Re3 Dc5+ 40.Dd4 Dxd4+ 41.Rxd4 Tf4+ 42.Re3 Txh4 43.f4 Rc7 44.f5 Rd6 45.Cg6 Th7 46.Td1+ Rc7 47.Rf4 b5 48.f6 Tf7 49.Re5 1–0
 

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Kaidanov vence no Continental

 
Infelizmente nenhúm dos brasileiros participantes acessou a classificação para a Copa do Mundo no Continental celebrado na cidade argentina de Mar del Plata. A prova tinha quatro prazas em jogo, e elas foram finalmente para Gregory Kaidanov (EEUU), Julio Granda Zuñiga (Perú), Alexander Shabalov (EEUU) e Eric Hansen (Canadá). Todos eles tiveram que disputar um desempate pelas praças junto ao argentino Diego Flores: os cinco tinham alcançado 8,5 pontos dividindo a primeira colocação.
Á última rodada do torneio chegaram com chance de classificação os grandes mestres brasileiros Krikor Mekhitarian e Rafael Leitão. O primeiro, com oito unidades, tinha inmejoráveis oportunidades mas caiu derrotado no seu jogo contra Diego Flores  e finalizou oitavo, a meio ponto do desempate. No entanto, a combinação de resultados produzida corou as chances de Leitão, que nem sique ganhando o jogo acessava o desempate. O grande mestre de Maranhão empatou seu jogo com o equatoriano Carlos Matamoros e obteve 7,5 pontos, alcançando a  11a colocação.
As posições finais dos seguintes brasileiros presentes: 23. Cesar Umetsubo 7,5; 24. Yago Santiago 7,5; 32. Roberto Molina 7; 37. Haroldo dos Santos 7; 46. Christian Toth 6,5; 50. Luiz Abdalla 6,5; 52. Renan Reis 6,5; 55. Luis Supi 6,5; 56. Dirceu Viana 6,5; 57. Pedro Paiva 6,5; 59. Vanessa Feliciano 6,5; 60. Evandro Barbosa 6,5; 65. Gerson Peres Batista 6,5; 81. Roberto Miranda 6; 82. Andrey Souza Neves 6; 83. Eduardo Sperb 6; 84. Roberto Assumpção 6; 88. Roberto Andrade 6; 90. Francemir de Oliveira 6; 99. Arthur Chiari 5,5; 111. Kleber Ferreira 5,5; 112. Marcos de Souza Monteiro (foto) 5,5; 115. Ricardo Teixeira 5,5; 120. Leonardo Prallon 5; 121. Marcelo Bouwman 5; 124. Marcio Baeta 5; 128. Rames de Freitas 5; 134. Fausto Minelli 5; 136. Elias Moyses 5; etc.
 

domingo, 21 de outubro de 2012

Dramática definição no Continental

krikor s. mekhitarian, brasil
Foto: Graciela Manteiga no site oficial
Nada está seguro. Até os líderes -o venezuelano Eduardo Iturrizaga e o brasileiro Krikor Mekhitarian (foto), ambos com 8 unidades- podem ficar fora das quatro prazas classificatórias para a Copa do Mundo devido ao quadro de enfrentamentos, se bem que logicamente contam com as melhores chances. O outro brasileiro que tem oportunidade de classificar, dependendo de alguns resultados favoráveis nos outros tabuleiros (isto é: precisa que não se definam muitos jogos nas primeiras mesas para acessar ao desempate ganhando a sua própria partida) é Rafael Leitão.
O emparceiramento de hoje, última rodada, para as primeiras mesas é o seguinte:
 

11. Ronda

Tab.Nº. NomeRtgPts.ResultadoPts.NomeRtg Nº.
13
GMIturrizaga Eduardo 26398GMGranda Zuniga Julio E 2647
2
25
GMFlores Diego 25988GMMekhitarian Krikor  2503
17
36
GMKaidanov Gregory S 2587IMRoselli  Bernardo 2430
24
411
GMShabalov Alexander 2570GMBacallao Yusnel 2580
8
59
GMFelgaer Ruben 2579IMHansen Eric 2527
14
67
GMMareco Sandro 25817GMOrtiz Suarez Isan  2579
10
71
GMBruzon Batista Lazaro 271777IMDe Dovitiis Alejo 2348
41
819
GMValerga Diego 248577IMTristan Leonardo 2442
23
912
GMMatamoros Carlos S. 25347GMLeitao Rafael 2617
4

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Continental: faltam duas rodadas; três brasileiros com chance

 
Quatro são as vagas para a Copa Mundial FIDE: poucas, para tantos mestres de grande nível que compitem em Mar del Plata. A falta de duas rodadas o único líder é o grande mestre venezuelano Eduardo Iturrizaga, que acaba de vencer Leitão e leva 7,5 unidades sobre 9 possíveis.
São seis os escoltas com 7, entre eles o grande mestre Krikor Mekhitarian. Depois um grupo de enxadristas com 6,5 unidades, entre os quais estão o grande mestre Rafael Leitão e o mestre internacional Christian Toth (foto); os mencionados ainda têm chance de classificar (no caso de empate em pontos, uma série de jogos rápidos é estabelecida para desempatar).
Os resultados da rodada 10 vão se ver no seguinte link: http://chess-results.com/tnr82703.aspx?art=2&rd=10&lan=10&turdet=YES&flag=30
 

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Solucão do exercício da semana

A solução ao exercício tomado do excelente "Invisible Chess Moves" de Yochanan Afek e Emmanuel Neiman:
 
Afek,Yochanan - Blom,Vincent
Haarlem op (2), 28.06.2008




Dois lances são claramente ganhadores para o primeiro jogador. Um deles (37.Td1) foi o feito na partida, sendo suficiente para obter a vitória, porém depois o condutor das brancas descobreu:

37.Bd1+!

Agora se 37...Rb6 38.Tc1 ganha facilmente; no caso de 37...Dxa1 38.Dg1+ é chave: o rei preto tem que mexer a uma casa branca onde recebe um xeque descoberto que custa a vida à dama.
Parabens aos que resolveram o exercício -e também aos que tentaram-

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

SOCAR de Azerbaijão ganha europeio por equipes

SOCAR - чемпион
 
A equipe SOCAR de Azerbaijão (foto) foi a vencedora na 28a edição do campeonato europeio por equipes realizada até hoje na cidade israelita de Eilat. O time campeão foi integrado pelos grandes mestres Teimour Radjabov, Shakriyar Mamedyarov, Veselin Topalov, Alexander Grischuk, Gata Kamsky e Emil Sutovsky; se recuperou de uma derrota nas primeiras rodadas para ganhar a prova com autoridade. O segundo lugar foi para a equipe de São Petersburgo (com Peter Svidler na cabeça) e o bronze foi para outra equipe russa, a SHSM (com Boris Gelfand no primeiro tabuleiro). Em total participaram 34 elencos.
De forma paralela se desenvolveu a prova feminina, na sua 17a edição, com 8 times. O vencedor foi o Circle des Echecs de MonteCarlo, que ganhou todos os matches. Mika e Ugra completaram o pódio.
 
Dois extremos
O Circle des Echecs de MonteCarlo mostrou uma atuação cilcotímica: se bem que venceram de forma terminante na categoría feminina, finalizou último na categoría absoluta!
 
Uma joia
A seguinte partida foi um dos destaques da competência absoluta:
 

Volokitin,And (2724) - Mamedyarov,S (2748)

28th European Club Cup Eilat ISR (1), 11.10.2012


[Notas com base a comentários do MI Luis Rodi]

1.e4 c5 2.Cf3 d6 3.d4 cxd4 4.Cxd4 Cf6 5.Cc3 a6 6.Be3 Cg4 7.Bc1 Cf6 8.Bg5 Cbd7 9.De2
 
Uma das linhas de moda na elite para combater o remoçado esquema preto (a ideia ...Cbd7 foi considerada refutada nos anos sessenta, porém poucos anos trás recebeu nova vida e hoje é uma popular alternativa à mais usual ...e6). 9.Bc4 e 9.f4 são as alternativas
 
9...e6
 
Por enquanto, este lance é a continuação mais popular. As pretas empregaram diversas alternativas aqui, como 9...b5, 9...h6, 9...Dc7 ou 9...Da5, por citar somente os mais populares
 
10.0–0–0 Dc7 11.f4 b5
 
A presente posição também é popular desde que pode ser alcançada mediante a ordem mais habitual com ...e6 (antes de ...Cbd7). Agora o lance 12.a3 é o mais popular e vem dando bons resultados às brancas, porém a ideia empregada por Volokitin é mais agressiva
 
12.f5!? b4 13.fxe6 bxc3 14.exd7+ Cxd7 15.Dc4
 
Uma ideia primeiro empregada por Tukmakov nos anos setenta, que é a única continuação empregada pelas brancas
 
15...cxb2+ 16.Rb1 Cc5 17.e5 Tb8N
 
Com este lance, as pretas se afastam do último antecedente conhecido: 17...dxe5 18.Cb5! axb5 19.Dd5 onde as brancas têm excelente compensação, por exemplo após 19...f6 (uma tentativa de melhora sobre 19...Be7 20.Bxb5+ Rf8 21.Bxe7+ Rxe7 22.Dxa8± Guseinov - Benitah, Marruecos 2010) 20.Bxb5+ Re7 21.Be3 com ligeira vantagem branca
 
18.exd6 Bxd6 19.Te1+ Rf8 20.Bd3 h6?
 
 
Perdendo o elegante golpe que segue. No seu lugar, 20...Tb4!? é uma interessante sugerencia do meu computador. Depois de 21.Dxb4 Cxd3 22.Da4 Cxe1 23.Txe1 Dd7 as brancas procuram compensação trocando em d7 seguido de Td1 ou mediante 24.Dc4!?
 
21.Bd8!
 
Excelente! Um bonito tema de desviação, não de tudo simples de ver -pode se perdoar Mamedyarov por te-lo perdido!-
 
21...Dxd8 22.Thf1 Tb7 23.Bg6+- f6 24.Dd5?!
 
O lance do texto não é o mais forte, permitindo ao segundo lado erigir uma resistência. Em compensação, ganham 24.Te3 (ameaçando o dobrado de torres na coluna e) 24...Te7 25.Cc6+- ou 24.Cc6 Dd7 25.Te2 Ce6 26.Tfe1 Be5 27.Cxe5 fxe5 28.Txe5+-
 
24...Te7 25.Cc6 Bb7 26.Dxc5 Bxc5 27.Cxd8 Bd5

27...Bc8 28.Td1! Bb6 29.Tf4±

28.Td1 Be4

28...Te5 29.Tf5 com alguma vantagem branca

29.Cf7! Txf7?

Era necessária 29...Bxg6 30.Cxh8 Be8 onde as brancas têm uma pequena vantagem continuando com 31.Td8! Te4 32.Cg6+ Rf7 33.Cf4 Bb5 34.Cd3

30.Tfe1

O começo de uma bem calculada sequência final

30...Bxc2+ 31.Rxc2 Rg8 32.Td8+ Tf8 33.Txf8+ Bxf8 34.g4!


As pretas logo acabam seus lances úteis e ficam em zugzwang, p.e. 34...h5 35.gxh5 a5 36.a4 +- etc. 1–0


terça-feira, 16 de outubro de 2012

Leitão e Mekhitarian entre os líderes no Continental

juan c. de sanzo director cinematografico
 
Alcançado o equador da prova, a sétima edição do Campeonato Continental das Américas apresenta 11 líderes, entre eles dois grandes mestres brasileiros -Rafael Leitão e Krikor Mekhitarian- com 5 pontos sobre seis possíveis. Junto com eles, os grandes mestres Julio Granda Zuñiga, Eduardo Iturrizaga, Lázaro Bruzón, Diego Valerga, Isan Ortiz Suárez, Yusnel bacallao, Jorge Cori e Rubén Felgaer mais o mestre internacional Robert Hunganski.
Entre o nutrido grupo de imediatos seguidores, apenas a meio ponto, se encontra o mestre internacional mineiro Roberto Molina.
O torneio se desenvolve até o próximo dia 21 na cidade argentina de Mar del Plata, famosa por ter albergado diversas competições enxadrísticas de alto nível.
Uma curiosidade é a participação do conhecido diretor de cinema argentino Juan Carlos Desanzo (foto), quem dirigiu entre outros os filmes "Evita" e "El polaquito".

Livros que recomendamos

Nos últimos tempos se publicaram alguns livros destacáveis, material de muito boa qualidade que, aos poucos, vamos ir mencionando a forma de guía para os nossos leitores.
Está claro que há gostos para tudo, e a escolha das aberturas é um desses casos. Muitas obras -muitas mesmo- e de excelente nível foram publicadas nesse campo, sendo práticamente impossível aqui realizar uma recomendação coletiva. Considerando isto, nesta seção vamos dedicar esforço á seleção de obras dedicadas ao meio jogo e final.
Começamos hoje com um livro que tem destino de clássico: "Invisible Chess Moves", de Yochanan Afek e Emmanuel Neiman (editado pela New in Chess, 2011). O objetivo desta obra é simples: ajudar ao leitor a achar suas principais fraquezas na hora de escolher os melhores lances e não perder vitórias simples por errar no momento crítico.
Os autores dividem o material em duas partes contendo dois capítulos cada um delas:
Parte I - Invisibilidade objetiva (capítulo I, Lances difíceis de ver; capítulo II, lances geométricamente invisíveis);
Parte II - Invisibilidade subjetiva (capítulo III, lances invisíveis por razões posicionais; capítulo IV, lances invisíveis por razões psicológicas);
Após o qual vem uma série de exercícios com seus respetivas soluciones.
Emmanuel Neimann é um mestre fide que se desenvolve como treinador na França. Do outro autor, Yochanan Afek, mestre internacional de Israel, conhecemos mais porque sendo um afamado compositor em diversas oportunidades utilizamos seu material para apresentar aos nossos leitores. Dele são também alguns dos exemplos no livro, por exemplo o seguinte (notas dos autores):
 
Afek,Yochanan - Blom,Vincent
Haarlem op (2), 28.06.2008
 

 
"As brancas estão em perigo aqui. A sua torre está atacada de forma direta e também a dama pode ser ameaçada na grande diagonal mediante ...Bd5. Outro possível problema é a defesa do Ba4, no caso da torre abandonar a coluna a. No entanto, dois lances são claramente ganhadores para o primeiro jogador. Pode ver eles? Um deles foi o feito na partida, sendo suficiente para obter a vitória:
 
37.Td1! Dxa4 38.Td8!
 
38.Df2+ foi jogado na partida, que as pretas ganharam no final (NE: a continuação foi 38...Rb7 39.Dg2+ Rc8 40.Dd2 Dc6+ 41.Rg1 Dc5+ 42.Rg2 Dc6+ 43.Rg3 Bd7 44.Tc1 Dg6+ 45.Rf2 Bc6 46.Tg1 Dh5 47.De3 Dxh2+ 0-1)
 
38...Dc4
 
38...Da1+ 39.Dg1+ Dxg1+ 40.Rxg1 Rb7 41.Txh8+-; 38...Bc8 39.Txh8 Bb7 40.Dxb7++-
 
39.Da8+ Rb6 40.Db8+ Ra5 41.Da7++-
 
Entretanto, e voltando a posição do diagrama, as brancas têm a disposição um lance muito mais forte. Achar ele é o desafio desta semana para os leitores (a solução será postada neste site na próxima quinta)

domingo, 14 de outubro de 2012

Mineiro Arthur Chiari é destaque no começo do Continental

 
O mestre fide mineiro Arthur Chiari (foto) é uma das agradáveis surpresas do Campeonato Continental de Xadrez que se realiza na cidade argentina de Mar del Plata: na primeira rodada ele divideu o ponto com o forte grande mestre estadounidense -de origem russo- Alexander Shabalov.
A prova reune quase 200 participantes, e conta com uma nutrida presencia de brasileiros. Após a terceira rodada, os grandes mestres Rafael Leitão e Krikor Mekhitarian estão entre os líderes com 3 pontos sobre outros tantos possíveis.
O torneio pode-se seguer no site de chess-results.com:

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Agora também processado criminalmente

 
"A FEXERJ , representada por seu Presidente eleito Alberto Pinheiro Mascarenhas, no ultimo dia 05 de outubro, resolveu por bem dar um basta nas irregularidades em tese praticadas pelo Sr. Ricardo de Souza Barata ex Presidente da FEXERJ e entrou com noticia crime na 14ª Delegacia Policial.
"A FEXERJ pede ao Delegado que abra inquérito policial e investigue a possibilidade de o Ex Presidente ter cometido os Crimes de Falsidade ideológica art 299 do Código penal e Estelionato art 171 do mesmo diploma legal.
"Afirma o representante da FEXERJ ao Delegado que Barata não poderia estar se auto denominando Presidente da FEXERJ, entre outras coisas.
"Bem agora a situação fica seria, pois parte para a área criminal, verifica-se ainda que Ricardo Barata ainda mantém sua pagina no Ar, onde afirma ter sido legalmente reeleito Presidente da FEXERJ".

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Justiça procura Barata para intimar por uso indevido

Publicado originalmente no blog http://xadrezz.blogspot.com.br/

Justiça proibe Ricardo Barata de fazer o Popular e ele terá de tirar a pagina do ar.
As informações aqui contidas não produzem efeitos legais.
Somente a publicação no DJERJ oficializa despachos e decisões e estabelece prazos.

Processo No 0395181-30.2012.8.19.0001

TJ/RJ - 10/10/2012 15:51:42 - Primeira instância - Distribuído em 08/10/2012
Comarca da Capital 24ª Vara Cível
Cartório da 24ª Vara Cível
Endereço: Erasmo Braga 115 sala 302 B
Bairro: Castelo
Cidade: Rio de Janeiro
Ofício de Registro: 3º Ofício de Registro de Distribuição
Assunto: Marca; Antecipação de Tutela E/ou Obrigação de Fazer Ou Não Fazer Ou Dar; Multa Cominatória Ou Astreintes/ Liquidação / Cumprimento / Execução
Classe: Procedimento Sumário
Autor FEDERAÇAO DE XADREZ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Réu RICARDO DE SOUZA BARATA
Advogado(s): RJ100446 - FABIO BERNARDES DE OLIVEIRA


Movimento:
Decisão
Descrição:
Defiro JG. Trata-se de medida de urgência com o objetivo de determinar ao réu a não realização do Torneio Estadual Popular de Xadrez da FEXERJ, agendado para os dias 13 e 14 de outubro do corrente, bem como para determinar ao réu a não utilização do nome da FEDERAÇÃO DE XADREZ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - FEXERJ, seja por que meio for, inclusive internet. Da análise dos fatos e da documentação apresentada, vislumbro, ainda que em cognição prévia, a presença dos requisitos legais que autorizam a concessão da medida pleiteada. O periculum in mora está configurado pela realização e utilização possivelmente indevidas do torneio acima mencionado e do nome da instituição autora. O fumus boni juris está evidenciado com a provável existência de um direito a ser tutelado, conforme se vê dos termos da inicial e documentos que a instruem. Pelo exposto, DEFIRO a antecipação dos efeitos da tutela para determinar ao réu: 01) Que não realize o Torneio Estadual Popular de Xadrez da FEXERJ, agendado para os dias 13 e 14 de outubro do corrente, sob pena de multa única no valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) em caso de descumprimento. 02) Que não utilize do nome da FEDERAÇÃO DE XADREZ DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - FEXERJ, seja por que meio for, inclusive internet, sob pena de multa no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) por casa uso indevido, desde que devidamente comprovado. Designo a audiência prevista no artigo 277 do CPC para o dia 29/11/2012, às 13:30 horas. Cite(m)-se/Intime(m)-se. Cumpra-se por oficial de justiça de plantão diante da exiguidade do tempo.

domingo, 7 de outubro de 2012

Jakovenko vence em Poikovsky

O vencedor da prova, Jakovenko, enfrentando Short pela segunda rodada
O grande mestre Dmitry Jakovenko venceu a 13a edição do torneio em homenagem ao ex campeão mundial Anatoly Karpov, celebrado nessa cidade russa. A vitória de Jakovenko, que era o segundo pré-classificado da prova, se cimentou nas primeiras rodadas, quando tomou a liderança de forma isolada para mante-la até o fim. O mestre russo obteve seis pontos, fruto de três vitórias e seis empates. A segunda colocação foi para o ex campeão mundial fide Ruslan Ponomariov, a meio ponto, enquanto Alexander Motylev e Radoslav Wojtaszek compartilharam a terceira posição. Em total  participaram dez grandes mestres neste torneio categoria XVIII da fide (2700 de elo medio).
Aqui, uma das vitórias do vencedor da prova:
 
Jakovenko,Dmitry (2724) - Onischuk,Alexander (2672)
13th Karpov GM Poikovsky RUS (4), 01.10.2012

1.d4 d5 2.c4 e6 3.Cc3 Be7 4.Cf3 Cf6 5.Bf4
 
A variante Blackburne é uma aparição frequênte no xadrez moderno de alto nível
 
5...0–0 6.e3 c5 7.dxc5 Bxc5 8.Dc2
 
A mais popular; 8.cxd5 e 8.a3 são também empregadas na elite
 
8...Cc6 9.a3 Da5 10.Td1
 
 
Muito popular desde a vitória de Kramnik sobre Carlsen em Dortmund 2009; a opção é 10.0–0–0
 
10...Be7 11.Be2 dxc4 12.Bxc4 Ch5 13.0–0 Cxf4 14.exf4 g6 15.g3 a6
 
15...Td8 16.Txd8+ Dxd8 17.Td1 Bd7 18.f5! foi a continuação do jogo mencionado
 
16.Ce4
 
 
A novidade. Se conhecia 16.Tfe1 do jogo Atalik - Jojua, Istambul 2011
 
16...b5 17.Be2 Db6 18.Dc3 f6?!
 
18...Bb7!? porém é entendível que as pretas tentem disimular as fraquezas nas casas negras
 
19.b4 a5 20.Tc1
 
Com ligeira vantagem branca
 
20...Ta6 21.Cc5 axb4 22.axb4 Ta7 23.Db3 Rf7
 
 
24.Tfe1 Tc7 25.Bf1 Cd8 26.Cd2 Bxc5?
 
Melhor é 26...Rg8 27.Tc2 com ligeira vantagem
 
27.bxc5 Txc5 28.De3
 
Os efeitos da cravada são demoledores
 
28...Cb7 29.Ce4+- Tc6 30.Txc6 Dxc6 31.Tc1 Dd7
 
 
32.Cxf6!
 
Agora 32...Rxf6 33.De5+ Re7 34.Tc7 ganha. Uma vitória convicente do condutor das brancas 1–0

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Projeto Xadrez Escolar é destaque em João Pessoa


 
Criada longe da mãe, apenas com o pai e os irmãos, Emily Priscila (foto), de 12 anos, tem um sonho: ajudar a família. Como ainda é bem jovem, a estudante não pode trabalhar. Mas isso não a impediu de buscar uma alternativa: o esporte. Aluna da Rede Municipal de Ensino, ela descobriu na prática do xadrez a oportunidade de uma nova vida.
“Conheci o xadrez e não larguei mais. Até a minha família aprendeu a jogar, para eu poder treinar em casa. Diariamente, aprendo novas técnicas e sei que o caminho é extenso, mas de uma coisa tenho certeza: serei uma enxadrista profissional”, disse. Atual campeã dos Jogos Escolares da Paraíba, Emily, aluna do 7º ano da escola Celso Furtado, no Conjunto João Paulo II, falou com convicção.

A unidade de ensino é uma das 78 escolas municipais que desenvolve o projeto Xadrez Escolar, executado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec). Nesse projeto, os alunos do Ensino Fundamental (1º ao 4º ano) têm atividades em sala de aula enquanto os do Fundamental II (5º ao 9º ano) seguem com aulas no contra turno.
Em sua escola, Emily atua auxiliando a professora, distribuindo os conjuntos com os tabuleiros e as peças, para que os próprios alunos montem e comecem o jogo. Nesse ambiente, crianças e adolescentes não desperdiçam um instante sequer de tempo e se dedicam com gosto à prática.
“É incrível como o xadrez é bem aceito. Todos adoram a atividade. Quando a turma se reúne para jogar, por mais difícil que seja, acabam-se as conversas paralelas e o local se transforma”, afirmou a pedagoga Enizeuda Gomes.
Gracilane de Souza, 15 anos, é uma das que não perdem uma aula. Depois que começou a praticar a atividade, melhorou o desenvolvimento cognitivo e a autoestima. “Acabo de ganhar o duelo. Isso é mágico para uma enxadrista. E o mais legal, quando acho que já sei tudo, vejo uma situação nova e aí tenho que colocar a mente pra funcionar”, contou a estudante do 4º ano, que tem deficiência mental leve e atrofia muscular.
Ferramenta de inclusão – Para o secretário de Educação, Luiz Júnior, o xadrez é uma ótima ferramenta de inclusão, já que desenvolve as potencialidades dos alunos e faz com que eles superem cada vez mais os próprios limites, respondendo a uma das preocupações fundamentais do ensino moderno: dar a possibilidade de cada aluno progredir segundo seu próprio ritmo, valorizando, assim, sua motivação pessoal.
Na escola José Eugênio Lins, no Bairro do Ernesto Geisel, a atividade segue em ritmo acelerado. Quando a campainha sinaliza o início da aula, os estudantes demonstram satisfação em poder se divertir com responsabilidade. Aprendendo a aceitar o ponto de vista dos colegas e a limitar sua própria liberdade em favor dos outros.
“O jogo mostra as consequências de atitudes displicentes, que não tenham sido previamente calculadas e, por conseguinte, estimula o hábito de refletir antes de agir. Na prática, quando posicionamos uma peça em um lugar errado, dificilmente vencemos o duelo”, explica Jean Carlos, de 10 anos, que já escolheu seu presente do Dia das Crianças: um jogo de xadrez.
A mãe, Taís Kaline, que é auxiliar de serviços na unidade de ensino, disse que vai presentear o filho com maior prazer. “Depois que Jean começou essa atividade, seu comportamento é outro. Ele passa horas treinando no ambiente escolar e, não satisfeito, quer fazer o mesmo em casa”, comemorou a mãe.
As amigas Andreza Maria e Gabriela Patrício se concentram para mais uma disputa de conhecimento e força mental. Brigas, nem pensar, pois vence quem tiver mais autocontrole. “É muito bom participar desse jogo, que proporciona não apenas uma opção de lazer, mas a possibilidade de valorizar o raciocínio com o exercício mental”, disse Andreza.
Esporte pedagógico – Até a garotada do 1º ano, que ainda está aprendendo a ler, já começa a se arriscar nas primeiras jogadas. “Já aprendemos os valores de cada peça e a álgebra do tabuleiro, agora é colocar o peão pra andar e fazer as capturas”, brincou a estudante de 7 anos Adriele Gomes.
“A idéia de levar o xadrez até as escolas reside no fato de ele ser um esporte pedagógico, que auxilia no desenvolvimento das demais disciplinas curriculares. O desenvolvimento do raciocínio é fundamental para que a cidadania se efetive, por isso é importante o xadrez como complemento à educação escolar”, explicou a professora Jacinta Maria.
Xadrez escolar – Considerado uma ótima matéria para ser aplicada na escola, o segundo esporte mais praticado no mundo é um grande impulsionador da imaginação, que também contribui para o desenvolvimento da memória, da capacidade de concentração e da velocidade de raciocínio. Além de desempenhar um importante papel socializante, por ensinar a lidar com a derrota e com a vitória, o xadrez mostra que nem a derrota é sinônimo de fracasso nem a vitória quer dizer sucesso.
O aprendizado e a prática do xadrez desenvolvem as seguintes habilidades: atenção e concentração; julgamento e planejamento; imaginação e antecipação; memória; vontade de vencer, paciência e autocontrole; espírito de decisão e coragem; lógica matemática, raciocínio analítico e sintético; criatividade; inteligência; organização metódica do estudo; e interesse pelas línguas estrangeiras.
Competições – Durante o ano letivo, são realizadas diversas atividades com o alunado. Desde competições, como as Olimpíadas Escolares Municipais, a simultâneas, nas quais um jogador desafia (ao mesmo tempo) vários outros. A idéia é incentivar os estudantes e descobrir novos talentos que possam representar a cidade em eventos estaduais e nacionais.
O coordenador do projeto, Francisco Cavalcanti, enfatizou que a PMJP investe no jogo de xadrez não apenas em sala de aula, mas também em eventos extraclasse, com ações em praças públicas, Estação Cabo Branco, orla e Parque Solon de Lucena, e premiações que vão de medalhas e troféus a computadores. “Isso mostra o compromisso da gestão para com a melhoria da qualidade de ensino, por meio do incentivo a uma atividade lúdica que, além de jogo, tem muito de arte e ciência”, disse o secretário.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Nakamura acorda em Londres

foto: Nastya Kharlovich no site oficial da prova
O grande mestre Hikaru Nakamura (foto) não tem um bom torneio na capital inglêsa, onde participa do Grand Prix organizado pela FIDE. A falta de uma rodada ocupa a última posição isolada (Mamedyarov é o líder com 6,5 unidades, seguido por Grischuk, Topalov e Gelfand com 6), porém no seu crédito pode mostrar o seguinte jogo:
 
Nakamura,Hi (2783) - Giri,A (2730)
1st FIDE GP London 2012 London ENG (10), 02.10.2012

[Notas do MI Luis Rodi]

1.e4 e5 2.Cf3 Cf6 3.Cxe5 d6 4.Cf3 Cxe4 5.De2 De7 6.d3 Cf6 7.Cc3 Dxe2+ 8.Bxe2 Be7 9.0–0 0–0 10.h3 h6 11.Te1 Td8 12.Cd4 Bf8 13.Bf3 c6 14.b4 Cbd7 15.g3 Cb6 16.Bg2 a5 17.bxa5 Txa5 18.a4 Cbd7 19.Cb3 Ta6 20.a5 Cc5 21.Cxc5 dxc5 22.Ta4 Cd5 23.Cxd5 cxd5 24.Bf4 Bd7 25.Taa1 Bc6 26.Bc7 Tc8 27.Bb6 Bd6 28.h4 Taa8 29.Bh3 Tcb8 30.c3 Rf8 31.h5 Te8 32.Bg2 Txe1+ 33.Txe1 Tc8 34.Td1 Be7 35.f4 f6 36.Rf2 d4 37.Bh3 Ta8 38.c4 Bd6 39.Te1 Te8 40.Be6 Te7 41.g4 Te8 42.f5 Te7 43.Te2 Te8 44.Tb2 Ta8 45.Tb1 Re8 46.Te1 Be5

 
A vantagem branca, com base no maior espaço e a superior atividade das suas peças, é evidente, porém como elas podem progredir? O recurso encontrado pelo mestre americano se no è vero, è ben trovato
 
47.g5 hxg5
 
47...Bf4 48.gxf6 Be3+ 49.Rg3 gxf6 50.Ta1 com clara vantagem branca (logo cai o c5)
 
48.h6 gxh6 49.Txe5! fxe5 50.f6±
 
 
Após a ruptura as brancas conseguiram um perigoso peão passado. As pretas também podem contar dois, porém eles estão longe de ser uma ameaça
 
50...Bd7
 
Não há melhor lance. Outras permitem a tomada em c5 seguida do avanço do peão livre, por exemplo 50...e4 51.Bxc5 Rd8 52.f7 Rc7 53.f8D Txf8+ 54.Bxf8+-
 
51.f7+ Re7 52.Bxd7 Rxd7
 
52...Rxf7 oferece mais resistência, porém depois de 53.Bf5! com a ideia Be4-b7, a6 as brancas têm uma clara vantagem, por exemplo 53...h5 54.Be4 Tb8 55.Bxc5 h4 56.Ba7 Ta8 57.Bb6 Tb8 58.Bc7 (58.Rf3!?) 58...Tc8 59.Bxe5 Tc5 60.Bxd4 Txa5 61.Bxb7 onde elas devem ganhar
 
53.Bxc5 h5 54.f8D Txf8+ 55.Bxf8 h4
 
 
O resto pode ser materia de técnica, e a de Nakamura se mostra a altura dos acontecimentos nesta oportunidade
 
56.Bh6!+-
 
O bispo faz o trabalho do pastor, obrigando aos peões a ingressar ao corral
 
56...g4 57.Bg5 h3 58.Bh4 Rd6 59.Bg3 Re6 60.Re2
 
Uma vez que o bispo está na base, é a vez do rei
 
60...Rd6 61.Rd2 Rc5 62.Bxe5 Rb4 63.Rc2 Rxa5 64.Rb3 Rb6 65.Bxd4+ 1–0