sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Brasil vence África do Sul pela mínima

Sorte dispar para as equipes brasileiras no dia de hoje: a absoluta confirmou seu favoritismo ganhando de África do Sul pela mínima diferencia (empates de Vescovi, Milos -foto- e Mekhitarian e vitória de Fier) enquanto a feminina não pudo superar o desafío da experimentada formação da Bósnia & Hercegovina. As europeias venceram 3x1 (empates de Feliciano e Chang).
 
O absoluto
No primeiro tabuleiro do absoluto o grande mestre Giovanni Vescovi neutralizou a iniciativa branca da abertura e obteve chances algo melhores, mas no final a defesa do africano foi suficiente para o empate.
Como no match prévio ante Emiratos Árabes, o grande mestre Alexandr Fier foi quem obteve o ponto intero que deu a vitória. Em passant, ele provocou o roque grande do adversário, o mestre internacional Kobese, que agora leva três derrotas na prova.
O grande mestre Gilberto Milos, no terceiro tabuleiro, não enfrentou maiores problemas levando as peças pretas em uma posição com formação simétrica surgida da Pirc.
No quarto tabuleiro o grande mestre Krikor Mekhitarian também dividiu o ponto -a sua ligeira iniciativa nunca alcançou para mais-.
Após esta quarta rodada, são quatro os líderes: Ucrânia, Hungría, Armênia e Rússia. O últime time -primeiro pré-classificado- vinha fazendo um culto à solidez e ganhava sem muito brilho, porém ontem decolou na hora de enfrentar a outro forte time -China-. os russos venceram 3x1 com boas produções individuais.
Destaque para importantes vitórias sul-americanas, todas pela mínima: Argentina sobre México, Perú sobre Bielorússia e Paraguai sobre Rumánia (nos últimos dois casos enfrentando adversários de maior promédio elo). Em cambio, a Cuba de Dominguez e Bruzón parece estar passando por uma mã fase: ontem perdeu ante Irã e acompanha Holanda na metade da tabla.
 
O feminino
Siguem as surpresas no feminino: na mesa 1, apesar da diferencia de elo, Índia não pudo com Sérvia. Russas e francêsas lideram com o 100% de aproveitamento (pontos por match ganho) porém candidatas como China e Georgia estão somente um ponto abaixo. Brasil caiu ante Bósnia e Hercegovina, em match onde as balcânicas fizeram valer a diferencia de elo. Destaque para o empate de Feliciano no primeiro tabuleiro ante uma experimentada adversária com perto de 100 pontos elo de diferência.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Brasil vence e recupera posições

Vitórias para Brasil na terceira rodada da olimpíada, tanto na categoría absoluta (sobre Emiratos Árabes pela mínima diferencia) quanto na feminina (sobre El Salvador, por 3,5x0,5).
 
Categoría absoluta
Dada a diferencia de elo (sobretudo nos últimos dois tabuleiros), se esperava mais da equipe brasileira neste match com Emiratos Árabes pela terceira rodada, porém ainda assim é importante a vitória pela mínima que se obteve, com vitória de Fier no segundo tabuleiro (ontem descansou Vescovi) e três empates.
A priori, a luta no tabuleiro 1 era a mais parelha; os árabes têm nele o seu único grande mestre, A. Saleh Salem, que não teve problemas sérios no tratamento de uma variante da Grünfeld que demonstrou conhecer bem e alcançou o empate.
Se recuperando dos jogos prévios, onde somente tinha coleitado meio ponto, o grande mestre Alexandr Fier (foto) converteu o gol da jornada, embora não sem algúm sofrimento.
No terceiro tabuleiro Milos tirou uma ligeira vantagem de abertura, porém no momento crítico ingressou em complicações onde um inesperado recurso adversário o obrigou a procurar o empate:
 
Milos,Gilberto (2593) - Faisal,Abdulla (2245)
Istambul ol (3), 30.08.2012
[Notas do MI Luis Rodi]

1.c4 Cf6 2.Cc3 e6 3.Cf3 Bb4 4.Dc2 0–0 5.a3 Bxc3 6.Dxc3 b6 7.b3 Bb7 8.Bb2 c5
 
8...d6 é aqui a mais usual
 
9.e3 d6 10.Be2 e5 11.0–0 Cbd7
 
11...Te8!? Kramnik - Korchnoi, Luzerna 1993
 
12.d4 Te8 13.dxe5 dxe5 14.Tad1 De7 15.Ch4N
 
15.Dc2 Tad8 16.Ch4 com iniciativa branca, Mader - Koester, Alemanha 2008
 
15...Ce4 16.De1! Cf8 17.f4
 
Provavelmente fruto de um erro de cálculo; 17.f3 Cd6 18.Dg3 com ligeira vantagem branca
 
17...exf4 18.Bxg7
 
Muito tentadora, e forte também se as pretas não tivessem o seu seguinte lance. 18.exf4!?
 
 
18...Cg3!
 
Uma desagradável surpresa. As brancas têm que jogar para o equilíbrio agora
 
19.hxg3 Dxe3+ 20.Rh1 Dxe2
 
20...Cg6!?
 
21.Dxe2 Txe2 22.Bxf8 Rxf8 23.Txf4 Tae8 24.Td6 T8e6
 
24...Bc8!? O bispo é melhor peça que o cavalo neste tipo de posições, porém respetando ao grande mestre as pretas acharam melhor não arriscar...
 
25.Td7 Te7 26.Td8+ Te8 27.Td7 T8e7 28.Td8+ Te8 29.Td7 T8e7 30.Td8+ Te8 31.Td7 T8e7 ½–½

Mekhitarian, no quarto tabuleiro, aplicou uma linha pouco usual da Ruy Lopez para equilibrar com certa comodidade, mas não obteve mais que isso e depois de um trámite correto por ambas as partes o jogo foi declarado empate.
Nesta terceira rodada já observamos enfrentamentos muito interessantes, tanto entre equipos como duelos individuais:
* França - Bulgária, com vitória de Vachier-Lagrave sobre Topalov.
* Após vencer Brasil pela mínima, os inglêses venceram Cuba por 3 a 1. Adams, no primeiro tabuleiro, venceu Dominguez aplicando uma linha posi-ional da Siciliana
* Ucrânia - Israel, com empate na mesa 1 entre Ivanchuk e Gelfand e vitória pela mínima para os ucrânianos.
* Também vitória pela mínima para Armênia sobre Espanha, graças ao triunfo de Aronian sobre Vallejo, após exibir excelente técnica no final de torres.
* O empate entre Kramnik e Shirov (após disputado jogo na variante anti-Moscou da Semieslava) no match Rússia - Letónia. Os russos ganharam pela mínima, não brilham mas siguem sumando pontos-match.
Também surpreendente foi o desenlace do match Georgia - Holanda, com vitória para os primeiros pela mínima diferencia (com espetacular vitória de Shanava sobre Stellwagen). Holanda -que vinha de perder com Venezuela- não levanta cabeça.
***************************************
No feminino, onde quase sempre as coisas são claras, se complicaram nesta terceira rodada com o empate das duas seleições candidatas; China -não pudo vencer Ucrânia- e Georgia -empatou com Alemanha-. Rússia, segunda pré-classificada e grande favorita ao ouro se mantém na primeira colocação com três matches ganhos.
Brasil, depois de cair derrotadas por 3½–½ ante Rússia, ontem teve uma recu-peração do mesmo calibre vencendo em forma clara a El Salvador. Apenas a terceira jogadora centroamericana opús resistência, obtendo um meritório empate. Nos outros tabuleiros, as representantes brasileiras ganharam com autoridade.














 

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Jogo comentado: Gunina - Feliciano, istambul (2) 2012


Gunina,Valentina (2507) - Feliciano,Vanessa (2231)

Istambul ol (2), 29.08.2012


[Notas do MI Luis Rodi para Xadrez Diário]

1.d4 Cf6 2.c4 g6 3.Cc3 Bg7 4.e4 d6 5.Cf3 0–0 6.Be2 e5 7.0–0 Cc6 8.d5 Ce7 9.b4 Ch5 10.g3 f5 11.Cg5 Cf6 12.Bf3
 
 
A variante que nos últimos meses popularizou Kramnik. O bispo vai para g2, onde resulta melhor peça
 
12...c6 13.Bg2
 
Uma novidade de Kramnik no seu recente jogo contra Grischuk, em vez da anteriormente empregada -por ele mesmo- 13.Ba3!?
 
13...fxe4
 
A tomada em e4 é a novidade teórica do jogo; 13...h6 14.Ce6 Bxe6 15.dxe6 Cxe4 16.Cxe4 fxe4 17.b5 com compensação, Kramnik - Grischuk, Moscou (Tal memorial) 2012
 
14.Ccxe4 Cxe4 15.Bxe4
 
Uma tomada anti-natural, para manter o direito de levar o cavalo à casa e6. A lógica 15.Cxe4 entretanto, é promissória, por exemplo 15...cxd5 16.cxd5 Cf5 17.a4 com iniciativa branca
 
15...h6 16.Ce6 Bxe6 17.dxe6 d5!
 
 
A refutação concreta da tomada com bispo. O peão em e6 não é perigoso quando as pretas tomam controle do centro
 
18.Bg2 Dd6 19.cxd5 cxd5 20.Be3 b6 
 
Leve vantagem preta - O centro preto e as chances de obter material são aqui mais importantes que o par de bispos branco
 
21.Dd2 Rh7 22.f4
 
22.Tad1 Tad8 23.f4 Dxe6 com ligeira vantagem preta
 
22...Dxe6

Possível e talvez preferível é 22...e4!? e se 23.Bxe4 Bxa1 24.Txa1 Dxe6
 
23.fxe5 Dxe5 24.Tae1 Txf1+ 25.Bxf1 Cf5 26.Bf4?!
 
Uma imprecisão, desde que a troca de damas favorece as pretas; 26.Bf2 Dd6 com ligeira vantagem preta
 
26...Dd4+ 27.Dxd4 Bxd4+ 28.Rg2 Bc3 29.Te6 Bxb4
 
 
Clara vantagem preta - São dois peões a mais, com boas chances de concretizar a maioria de peões na ala de dama
 
30.Bd3 Tf8 31.Be5 Bc5 32.h4 h5 33.Rh3 Ce7 34.Bf6 Cf5 35.Tc6 Tf7 36.g4 Cd6 37.g5 Ce8 38.Te6 Cc7
 
As pretas tinham que considerar seriamente 38...Cxf6!? 39.Txf6 Txf6 40.gxf6 Bd4 Apesar dos bispos de diferente corelas têm boas chances de vitória, por exemplo após 41.f7 Bc5 42.Bc2 Rg7 43.Bb3 d4 44.Rg3 Be7!–+
 
39.Te2 Bf8
 
39...Tf8 com a ideia ...Te8 parece melhor
 
40.Rg2 Bg7
 
As pretas desejam a troca de bispos, mas Gunina tem outra ideia; 40...Td7 com clara vantagem preta era correta
 
41.Bd8!
 
A troca vai deixar bispos de cor diferente mais torres, o que permite as brancas atacar g6 e recuperar material
 
41...Td7?!
 
Perdendo a força das ameaças brancas; 41...Bc3 42.Bxc7 Txc7 43.Te6 Tg7 com ligeira vantagem preta
 
42.Bxc7 Txc7 43.Te6 Tc3?
 
43...Rg8 44.Bxg6 Tc4=
 
44.Bxg6+ Rg8
 
 
De repente são as brancas as que estão melhores! Nas posições com material pesado e bispos de diferente cor, é importante a atividade que desenvolve esta última peça, e aqui o bispo das brancas é muito mais ativo que o das pretas, que meramente realiza funções defensivas
 
45.Te7!?
 
45.Bxh5±; 45.Te8+ Bf8 46.Bxh5±
 
45...Ta3 46.Bf7+?!
 
Uma séria perda de tempo; 46.Bxh5 Txa2+ 47.Rg3 com melhores chances para a primeira jogadora
 
46...Rf8 47.Td7 Txa2+ 48.Rf3 Be5
 
Procurando ...Ta4 e ao mesmo tempo ativando o bispo. O rei vai ser encarregado da contenção do peão livre branco; 48...a5 49.Bxd5 Td2=
 
49.Bxd5 Ta4 50.Tf7+ Re8 51.Tf5 Ta3+ 52.Re4 Bb2 53.Tf2 Bh8 54.g6 Ta4+ 55.Rf5 Txh4=
 
A atividade das peças brancas compensa adequadamente o material a mais das pretas
 
56.Te2+ Rd7
 
 
Nesta posição o site oficial acabou o jogo durante as primeiras horas -possivelmente um mau funcionamento do tabuleiro digital-. Como a posição está equilibrada e o resultado de empate fixado, parecía lógica a resolução, mas posteriormente a organização adicionou os lances seguintes:
 
57.Be6+?!
 
57.Be4!? é menos colaborativa
 
57...Rd6 58.Bf7 Tg4 59.Te6+ Rc5 60.Te7 a5
 
Com ligeira vantagem preta - Enquanto o peão g branco está decentemente controlado, os das pretas são um verdadeiro perigo
 
61.Be8 Bc3 62.Th7 Tg1 63.Txh5 Rb4
 
63...Te1!? 64.Rf4+ Rd6 65.Th3 Be5+ 66.Rf5 Ba1com ligeira vantagem preta
 
64.Rf4 Tf1+ 65.Rg3 Bd4 66.Td5 Rc3 67.Rh2
 
Melhor é 67.Rh4 Rc4 68.Bf7 com ligeira vantagem preta
 
67...Tf8!
 
Agora as chances de vitória das pretas são significativas
 
68.Bf7 a4 69.Tg5
 
 
69...b5?
 
Uma pena pendurar nesta posição! 69...Rb4 70.Rg2 b5 e parece difícil que as brancas, se como suspeito estão em apuro de tempo, possam defender a sua posição
 
70.Txb5=
 
Agora o empate é o resultado mais lógico
 
70...Ta8 71.Tg5 Bg7 72.Tg3+ Rb4 73.Tg4+ Rc3 74.Tg3+ Rb4 75.Tg4+ Rc3 76.Tg3+ Rb4
 
Uma muito boa produção de Vanessa ½–½



 

Brasil perde pela mínima com Inglaterra; Feliciano empata com Gunina

Na sua segunda presentação na Olimpíada de Istambul (Turquía) a equipe brasilera perdeu pela mínima (2,5x1,5) ante a forte seleção de Inglaterra (com os conhecidos grandes mestres Michael Adams e Nigel Short). Três empates: Rafael Leitão de pretas ante Adams, Giovanni Vescovi de brancas com Gawain Jones e Krikor Mekhitarian, também de brancas, com David Howell. No terceiro tabuleiro Alexandr Fier não consiguiu suportar a pressão que desde a abertura realizou Short em um desses esquemas fechados da Siciliana que tão bem joga, se dando lá o único jogo decidido.
As garotas, no entanto, cairam 3,5x0,5 ante uma das grandes favoritas ao ouro -Rússia-. Destaque para o empate da wim Vanessa Feliciano (foto) com a encumbrada Valentina Gunina -atual campéã europeia- após uma Índia de Rei clássica onde a brasileira, que levou as peças pretas, dispús das melhores chances.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Brasil ganha no debut olímpico


O presidente da FIDE, Kirsan Ilyumzhinov, observando os jogos da primeira rodada
As equipes brasileiras começaram com bom pé a sua participação na Olimpiada 2012 que se realiza na cidade turca de Istambul, ganhando por 4-0 seus encontros frente a Argélia (no absoluto) e Libia (no feminino), se bem que no último caso a decisão se produz por W.O.
Os brasileiros não tiveram uma forte oposição, salvo talvez no primeiro tabuleiro onde Leitão, assim e tudo, ganhou de forma clara sobre um MI de mais de 2400 elo empregando a variante do fiancheto para combater a ìndia de Rei do seu adversário e obter uma vantagem desde a abertura.
No segundo tabuleiro o grande mestre Vescovi refutou as ambições desmedidas do seu adversário, obtendo uma rápida vitória.
Como é norma nas primeiras rodadas das olimpiadas- os jogos faltam ou estão em casos mau passados. Se tudo aconteceu como no pgn do site oficial, Fier venceu com peão a menos em posição perdida... perda por tempo ou colapso mental súbito do adversário são as minhas únicas apostas.
No último tabuleiro, uma verdadeira massacre: as brancas desenvolveram seguindo um esqueminha, e aqui acaba tudo o bom que posso dizer delas. Milos venceu sem dar nenhuma chance.
A maioria das equipes top ganharam com certa facilidade, mas algumas enfrentaram problemas insuspeitados.
Por exemplo Holanda, pré-classificada 9, venceu pela mínima diferencia a Malasia, graças a derrota do seu primeiro tabuleiro, gm Loek van Wely, ante o desconhecido Tze-Meng Mok (que ainda assim é MI com 2354 elo), e Eslovénia (28) sofreu para vencer Jamaica pela mínima também, depois do empate do mf Warren Elliott com Beliavsky. A Rússia entregou meio ponto ante República Dominicana (o empate do mf William Puntier com Tomashevsky) e muitos 3x1 estragaram os começos felizes de muitas equipes fortes, como Argentina com Botswana ou, remarcadamente, Armênia com Bolivia.
Os armênios, como muitas equipes top, reservaram sua máxima estrela, Levon Aronian, para melhor ocasião. O sólido grande mestre Sergey Movsesian foi o primeiro tabuleiro, porém não pudo com o grande mestre Oswaldo Zambrana, que depois de uma fase ruim parece estar reencontrando seu nível. O boliviano joga especialmente bem as posições da Siciliana, e venceu de forma bonita após golpes combinativos e um final de cavalo bom contra bispo ruim.
Amanha o emparceiramento no absoluto oferece o duelo Inglaterra - Brasil. Duro? Esperem ver o feminino: Rússia - Brasil. Bem duro! Mas não há duro que não amoleça... estamos na torcida!!

Projeto xadrez que liberta na tv nacional

Esporte Espetacular
 
Neste domingo dia 26/08/2012 o xadrez, graças ao projeto Xadrez que Liberta, idealizado e gerido pelo Prof. Charles Moura Netto e que tem como consultor o GM Darcy Lima, obteve por 10 minutos mídia nacional positiva ao nosso esporte.
Com o manchete "Projeto ajuda a reintegrar detentos por meio de disputas de xadrez", o site do programa Esporte Espetacular reproduz toda a reportagem:

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Debuta Brasil na Olimpiada

 
Dois adversários do norte africano vão ser os que ponham a prova os nervos das duas equipes brasileiras que começam hoje seu caminho na Olimpiada de Xadrez que se realiza em Istambul (Turquía).
A equipe absoluta (integrada pelos grandes mestres Rafael Leitão, Giovanni Vescovi, Alexandr Fier, Gilberto Milos e Krikor Mekhitarian) enfrenta Argelia, enquanto a feminina (Vanessa Feliciano, Juliana Terao -foto-, Vanessa Gazzola, Artemisa Soares Cruz e Suzana Chang) joga contra Libia.
Com relação à passada olimpiada (Khanty Mansiysk 2010), na presente se introduzeram modificações que fazem mais difícil realizar trampas como a protagonizada naquela oportunidade pelo enxadrista francês Feller -exemplarmente sancionado pela FIDE-. Antes de cada rodada, cada equipe recebe quatro cartões de cor verde para os titulares, ficando proibido o acesso à sala de jogo para o reserva. Os capitans devem ficar trás os jogadores, sem realziar contato visual. Não estão permitidas conversas entre os jogadores e, com respeito ao jogo em se, não estão permitidas ofertas de empate antes do lance 30. A regra de tolerancia zero segue vigente, e os celulares não são permitidos (nem siquer desligados) dentro da sala de jogo.

Três líderes no estadual de Mestres de Rio


Angelo Bil
 

Angelo Bil (foto) e os mestres fide Dirceu Viana e Ricardo Teixeira lideram, após o porimeiro fim de semana da prova, o tradicional estadual de Mestres no Rio de Janeiro, organizado pela Fexerj na sua nova versão (gestão Mascarenhas) e realizado nas instalações do Tijuca Tennis Clube.
Compartilham a quarta colocação o mi Luis Rodi, Vinicuis Rego e Matheus do Prado com 3 unidades; levam 2½ o mf Alberto Mascarenhas e os enxadristas Marvio Salles, Marco Maia, Miguelo Alvarenga de Carvalho, Tiago Barbosa, Daniel Rangel, Pedro de Paiva e Fernando Madeu (35 participantes).
A quinta rodada têm lugar no próximo sábado desde as 10.00 hs.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Kasparov declarado inocente

image

O ex campeão mundial Garri Kasparov foi declarado inocente dos cargos de protestar contra as leis russas após a sua presentação na corte do passado 24, uma semana após a sua detenção pela polícia russa enquanto se manifestava em favor da liberdade das jovens integrantes da banda musical Pussy Riot -o 17 do mesmo mes-. O juiz foi crítico com o procedimento policial, desde que achou que as testemunhas aportadas pelos efetivos dessa força não se correspondiam com o mostrado no video tomado no momento do acontecimento. De fato, Kasparov sinalou que a Polícia tinha falsificado seu reporte, tanto na hora da detenção quanto nos fatos.
"Este é um dia histórico -expressou Garri após a presentação-; a Corte parou de acreditar cegamente na polícia". Após agradecer o apoio popular neste caso, que teve ampla repercusão no mundo, solicitou não esquecer "aos ativistas em Rússia e no resto do mundo que não foram tão afortunados".

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Um brasileiro em Barcelona

 

Maia (no centro, de azul, ao lado de Nisipeanu) enfrentando ao gm Gajewski na primeira rodada
 
Nessa cidade espanhola se realiza uma nova edição do festival de Sants, com reconhecidos grandes mestres participando (Liviu Nisipeanu -Rumania-, Grzegorz Gajewski -Polonia-, Kevin Spraggett -Canadá-, entre outros) e presencia brasileira (o mf José Eduardo Maia).
Após sete rodadas há cinco líderes: os citados Nisipeanu e Gajewski, o espanhol Marc Narciso, o colombiano Jaime Cuartas e o peruano Emilio Córdova, todos com 6 unidades. Maia conta com 2,5 pontos. Estamos na torcida para um final com vitórias!
 

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Confirmada final do Grand Slam em São Paulo e Bilbao


As cidades de Bilbao (Espanha) e São Paulo (Brasil) anunciaram a realização em conjunto da final da 5a edição do Grand Slam Masters Final. A primeira parte da prova terá lugar na cidade brasileira entre os dias 14 e 29 de setembro, enquanto a segunda vai-se realizar na cidade espanhola entre os dias 8 e 13 de outubro.
Para São Paulo é uma nova oportunidade de sediar uma prova de alto nível, com a presencia de alguns dos melhores enxadristas do mundo. No ano passado, mestres como Magnus Carlsen (foto), Levon Aronian, Hikaru Nakamura e Vassily Ivanchuk, entre outros, concitaram a atenção dos brasileiros -enxadristas ou não- que se acercaram até o parque Ibirapuera para assitir aos acontecimentos.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Aqui estão, estos são, os que vão à Maribor

File:Maribor Lent.jpg
Uma vista da cidade eslovena de Maribor, com o rio Drava em primeiro plano
A Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) divulgou recentemente a nómina de representantes oficiais e jogadores extra para o Festival da Juventude que este ano se realiza (entre os dias 7 e 19 de novembro) na cidade eslovena de Maribor (lembremos que no ano passado a prova teve lugar em Caldas Novas, Brasil).  A cidade de Maribor, sede do município de mesmo nome, é a segunda maior cidade do país com uma população estimada de 95 171 habitantes, e se erige a 50 kms. da divisa com Austria, no setor noreste do país.
Até hoje, este é o listado de representantes brasileiros:

Oficiais:

Sub-08 Fem Mariana Sawae Kikuchi Cadilhac
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2144433

Sub-10 Abs Gianluca Jorio Almeida
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2133580

Sub-12 Abs Tiago Lopes de Oliveira
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2117550

Sub-12 G Julia Yumi Ono Nakamura
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2117614

Sub-14 Abs Dawton Almino Lemos
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2146797

Sub-14 Fem Ramyres Santana Coelho
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2120690

Sub-16 Abs Luis Paulo Supi
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2106388

Sub-16 Fem Alaize Dalla'orsoletta
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2133377

Sub-18 Fem Rauanda Schultz
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2145138

Extras:

Sub-08 Abs Gabriel de Borba
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2137968

Sub-10 Abs Giovanni Vescovi Filho
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2133598

Sub-12 Abs Thiago Carstens Dobuchak
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2124114

Sub-12 Guilherme de Borba
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2142651

Sub-12 Abs Igor Tokuichi Kikuchi Cadilhac
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2132150

Sub-14 Fem CM Katherine Lemos Vescovi
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2116804

Sub-16 Fem Rebeca Lot Schucman
http://ratings.fide.com/card.phtml?event=2140691

domingo, 19 de agosto de 2012

Enxadrista de 103 anos em batalha legal com governo argentino

Campeón. Arón Schvartzman y una pasión, el ajedrez. La otra fue la medicina. La ejerció hasta los 101 años.

Aron Schvartzman (foto, 103 anos) é o enxadrista de mais avançada edade no nosso continente -ao menos que nós conheçamos-. É o último sobrevivente entre os que assistiram ao match Capablanca - Alekhine em Buenos Aires, e como enxadrista obteve sucesso nos anos trinta, se conssagrando campeão sul-americano no ano 1934, antes de se dedicar á medicina.
Hoje foi noticia quando um dos suplementos do jornal Clarin -o de maior circulação na Argentina- publicou a luta legal que desenvolve contra o organismo estatal Anses, que apesar de ter perdido nas instancias judiciais ainda se nega a reajustar os valores da sua aposentadoria.
Schvartzman se manteve ativo na medicina até os 101 anos, porém até hoje continua o seu amor pelo xadrez. Tempo trás foi protagonista de um merecido homenagem com outra lenda do xadrez argentino, Francisco Benkö, que alcançara os 99 anos ao momento da sua morte.
O link com a noticia:

sábado, 18 de agosto de 2012

Um empate de problema

Nestes dias se realiza o campeonato nacional de França, um round robin (shuring) com doze participantes encabeçados pelos grandes mestres Fressinet, Bacrot e Vachier-Lagrave. Os dois últimos, após a sexta rodada, lideram com 4,5 unidades. O site oficial é o seguinte:
Na rodada de hoje, uma posição interessante apareceu na aprtida entre Bacrot e Istratescu:

Bacrot,E (2713) - Istratescu,A (2647)
87th ch-FRA 2012 Pau FRA (6), 18.08.2012
1.c4 c6 2.d4 d5 3.Cc3 Cf6 4.e3 a6 5.Cf3 b5 6.c5 Bg4 7.Db3 Bxf3 8.gxf3 e5 9.a4 Cbd7 10.Ca2 Dc8 11.Da3 Be7 12.Cb4 0–0 13.axb5 cxb5 14.Bh3 a5 15.Cd3 exd4 16.exd4 Db7 17.0–0 Cb8 18.Ce5 Bd8 19.Dd3 Cc6 20.Te1 a4 21.Rh1 Te8 22.Bf4 Ba5 23.Te3 Ch5 24.Bg3 Cxg3+ 25.hxg3 Cxe5 26.dxe5 d4 27.Dxd4 Tad8 28.De4 Dxe4 29.Txe4 Td2 30.b4 axb3 31.Txa5 Td1+ 32.Rg2 b2 33.Txb5 b1D 34.Txb1 Txb1


As brancas podem assegurar uma clara vantagem continuando com 35.Bd7 Ta8 36.c6, entre outras, porém seu seguinte lance permite uma surpreendente defesa às pretas

35.Tc4? Tb7?

As pretas tinham o recurso 35...Txe5! e se 36.c6 então 36...Tee1 e a ameaça de mate da tempo para levar uma das torres à casa c1.


Certo que na linha 37.Bf5 (37.Be6!? é outra possibilidade, mas após a correta 37...h5! o jogo deve acabar em empate, por exemplo após 38.f4 Txe6 39.c7 Te8 40.c8D Txc8 41.Txc8+ Rh7=) 37...Tbc1 38.Bc2


as pretas devem achar uma solução de problema, permitindo uma promoção com xeque: 38...g5!! 39.c7 Tg1+ 40.Rh3 h5! 41.c8D+ (41.f4 transpõe) 41...Rh7 42.f4 Th1+ 43.Rg2 g4 44.f3 Tcf1 45.Tc3 gxf3+ 46.Txf3 Thg1+ 47. Rh3 Th1+= (xeque perpétuo). No entanto, após o lance do texto as brancas mantém uma grande vantagem, que impusseram depois dos seguintes lances:

36.c6 Tc7 37.Bd7 Tb8 38.f4 f6 39.e6 Rf8 40.f5 Tb5 41.Ta4 Tb8 42.Th4 h6 43.Ta4 Re7 44.Rh3 Tb2 45.Tg4 Rf8 46.Tf4 Te2 47.Rh4 1–0

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Kasparov detenido em manifestação de apoio às Pussy Riot


Garri Kasparov (na foto) sempre é novidade. Esta vez, pela sua (enesima) detenção pela polícia moscovita. A diferencia das oportunidades prévias, onde ele se manifestava contra o governo russo, hoje ele estava simplesmente asistindo ao procedimento legal iniciado pelo estado russo contra três integrantes do grupo musical feminino punk Pussy Riot, acusadas de vandalismo após se manifestar contra o governo de Putin numa das principais catedrais moscovitas (a do Cristo Redentor).
Kasparov integrava um grupo de pessoas pidendo a liberdade das três garotas -que finalmente foram sentenciadas a dois anos-, Nadezhda Tolokonnikova, 23, Yekaterina Samutsevich, 30, and Maria Alyokhina, 24 -duas delas recentes mães-. Na sua defesa, elas manifestaram que nunca foi a intenção delas ofender à Igreja Ortodoxa, mas sim realizar uma crítica contra o governo de Vladimir Putin e contra o principal jerarca dessa igreja, Kiril I, pelo seu apoio as políticas de Putin.
O polémico procedimiento legal foi considerado maiormente como arbitrário no resto do mundo, e figuras como Madonna e Paul McCartny se manifestaram contra a detenção e posterior julgamento das integrantes dessa banda punk.
O leitor pode acessar mais informação acerca deste caso no seguinte link do jornal estadounidense The New York Times (em inglês):

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

FIDE anuncia torneio com fortes jogadores em Beijing


No marco do SportAccord Mind Games vai-se celebrar na cidade de Beijing, capital da China, um torneio que mistura jogos rápidos, de blitz e as cegas (como no fenecido torneio de MonteCarlo) nas categorias absoluto e feminino, entre os dias 12 e 20 de dezembro. A lista de convidados é impressiva:

Absoluto:
Aronian, Levon
Radjabov, Teimour
Karjakin, Sergey
Nakamura, Hikaru
Morozevich, Alexander
Ivanchuk, Vassily
Grischuk, Alexander (foto)
Topalov, Veselin
Kamsky, Gata
Leko, Peter
Bologan, Viktor
Jobava, Baadur
Mamedyarov, Shakhriyar
Wang, Hao
Giri, Anish


 Feminino:
Hou, Yifan
Muzychuk, Anna
Koneru, Humpy
Zhao, Xue
Lahno, Kateryna
Cmilyte, Viktorija
Zatonskih, Anna
Stefanova, Antoaneta
Khotenashvili, Bela
Harika, Dronavalli
Paehtz, Elisabeth
Zhu, Chen
Cramling, Pia
Socko, Monika
Danielian, Elina
Kosteniuk, Alexandra

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Svetozar Gligoric (1923-2012)

Uma lenda do xadrez acaba de morrer, aos 89 anos, na Sérvia. Svetozar Gligoric (foto, 2 de fevereiro de 1923 - 12 de agosto de 2012) foi durante décadas o abandeirado do xadrez iugôslavo, vencedos doze vezes do campeonato nacional desse país e nos anos cin-quenta e sessenta um dos poucos adversários dos melhores do mundo nascido fora da União Soviética.
Três vezes candidato ao título mundial (em 1953, 1959 e 1968), Gligoric ex-tendeu a sua carreira nos níveis mais altos até começos dos anos oitenta. Depois participou isoladamente em competições, sendo a última o match entre a União Soviética e Iugôslavia no ano 2007.
Começou jogar xadrez aos onze anos, porém a guerra -onde teve destacada atuação como partisano junto ao brigadier Josip Broz (Tito)- interrompeu a sua carreira. Acabada esta, se de-dicou professionalmente ao jogo ciên-cia, obtendo o título de MI em 1950 e de GM em 1953.
Gligoric teve participação importante em outros campos do xadrez, como jor-nalista -escreveu um dos mais famosos livros sobre o match entre Fischer e Spassky e também outro dedicado aos matches pelo título mundial na segunda parte do século XX- e árbitro -foi o principal no famoso match Karpov - Kasparov cancelado por Campomanes.
Amigo de Bobby Fischer, depois do match revancha deste com Spassky (1992) escreveu inspirado no americano um livro sobre o Fischerandom (ou xadrez 960).
No campo teórico aportou numerosas e bem fundamentadas ideias nas aberturas Ruy Lopez, Índia de Rei -foi o real introdutor da denominada variante Mar del Plata ou Iugôslava- e Nimzo-india -sobre a qual também escreveu um livro fundamental-.
Nos últimos anos compartilhou a sua paixão pelo xadrez com a música, tendo registrado um CD de sus canções o ano passado.
Gligoric foi um dos motores e motivos do grande interesse mostrado pelos iugôslavos pelo xadrez; com base nisso foi considerado o melhor esportista do ano 1958 da Iugôslavia.
Uma enorme perda significa a morte deste lendario mestre, representante dos anos de ouro do xadrez.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Andreikin é o campeão (e José Cubas também!!)

O novo campeão russo (foto chess-news.ru)
Dmitry Andreikin (foto) é o campeão 2012 da Rússia, após vencer no mini-torneio de rápidas celebrado hoje em Moscou. Andreikin obteve 4 em 5, sendo o jogo decisivo o da quarta rodada ante Svidler (uma Francesa variante do avanço que ganhou levando as pretas). Com meio ponto a menos, Sergey Karjakin obteve a prata, enquanto o referido Svidler, a um ponto, tomou o bronze. Também participaram Jakovenko, Potkin e Alekseev, que se colocaram nessa mesma ordem.
Os seis grandes mestres tinham compartilhado o primeiro lugar no torneio nacional realizado até ontem, junto a quatro participantes mais -Grischuk, Dubov, Vitiugov e Sjugirov). No desempate se enfrentaram entre se em partidas rápidas, com 15 minutos no relógio mais dez segundos de acréscimo cada um.
Cubas enfrentando Stamenkovic em Maringá (foto Eduardo Quintana)
No enquanto isso, na cidade de Maringá (estado de Paraná) teve lugar uma multitudinaria edição do aberto do Brasil, com mais de 250 participantes. Participaram quatro grandes mestres: o argentino Sandro Mareco, o paraguaio José Cubas (foto), e os brasileiros Krikor Mekhitarian e Everaldo Matsuura. Cubas obteve uma clara vitória com 8,5 unidades em 9, um ponto a mais que os mais imediatos perseguidores -Cesar Umetsubo, em grande atuação, Krikor e Everaldo-. O grande mestre guaraní demonstra mais uma vez que quando está inspirado é um temível competidor!

domingo, 12 de agosto de 2012

Seis mestres ganham o nacional russo

Eugeny Alekseev e Dmitry Andreikin estão na final-final (foto Elena Klimets para chess-news.ru)


Peter Svidler, o vencedor da Copa do Mundo 2011 e vigente campeão russo (venceu na edição 2011) foi o héroe da nona rodada ao vencer Alexander Grischuk de pretas em bonita partida com entrega de peça incluida e alcançar a liderança, aproveitando que o resto dos jogos acabaram em empate.
Junto com Svidler, compartilharam a primeira colocação os grandes mestres Sergey Karjakin, Dmitry Jakovenko, Dmitry Andreikin, Eugeny Alekseev e Vladimir Potkin. Os seis se enfrentam este 13 de agosto para determinar o campeão, em novo torneio pelo sistema round robin porém em ritmo rápido: 15 minutos + 10 segundos de acréscimo.
No campeonato feminino, Natalija Pogonina se conssagrou campeã, igualando a segunda colocação Valentina Gunina e Nadezhda Kosintseva. A primeira favorita, Tatiana Kosintseva, chegou ameaçar a liderança promediando a prova, mas teve um final mau confirmando que atravessa uma fase ruim na sua carreira.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Brasileiros no mundial juvenil


No mundial juvenil que se realiza nestes dias na capital grega, Atenas, depois de um começo regular, o mestre internacional brasileiro Evandro Barbosa está recuperando posições e após ganhar dois jogos em forma consecutiva se posiciona no lugar 33 (o mineiro é pré-classificado 37) com 5 pontos sobre 8 possíveis.
Hugo Caetano, o outro representante brasileiro, leva 4 unidades, se posicionando no lugar 64. A prova tem três líderes com 6,5 pontos: os grandes mestres Alexander Ipatov (Turquía), Yu Yangyi (China) e Richard Rapport (Hungria)
Resultados, posições e até jogos podem-se ver no site chess-results, seguindo o link:
No torneio feminino, as brasileiras Thauane Medeiros e Danielle Sena Moura (foto) levam 3 e 2,5 unidades para se posicionar nos lugares 55 e 60 respetivamente, sobre 65 participantes. Um importante ganho de experiência para elas. A grande mestre Nastassia Ziazulkina, de Bielorússia, é a líder isolada com 6,5 unidades.
Resultados, posições e até jogos podem-se ver no site chess-results, seguindo o link:
Força, garotas e garotos nestas últimas duas!! Estamos na torcida!

Seis líderes no nacional russo!

O começo do jogo entre Grischuk (dir) e Andreikin pela sétima rodada (foto Elena Klimets para chess-news)
Dez competidores, seis deles na liderança, um a meio ponto e mais dois a um ponto, a falta de duas rodadas. A paridade é absoluta no campeonato nacional russo, após uma sétima rodada cheia de emoções.
Até este ponto, o torneio tinha um desenvolvimento regular, com Alekseev e Andreikin liderando desde as primeiras rodadas e as vezes se sumando Jakovenko. No entanto, ambos os líderes perderam na rodada 7, Jakovenko que estava a meio ponto empatou e Grischuk, Potkin e Karjakin venceram para se adicionar aos líderes. Tudo pode acontecer, então. A luta pelo título de campeão russo está aberta. Até o atual titular, Peter Svidler, tem chances matemáticas -está um ponto abaixo dos líderes-.
No feminino, segue liderando Pogonina, porém a meio ponto se coloca Tatiana Kosintseva, no que deve ser o melhor torneio dela neste ano que não veu a melhor versão da maior das irmãs.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Espetacular caçada ao rei

Foto por Elena Klimets (chess-news.ru)
Natalija Pogonina (foto) é, após cinco das nove rodadas previstas, a líder do campeonato nacional feminino da Rússia. Ela leva 4 unidades, meio a mais que Alisa Galliamova e Olga Girya, e vem protagonizando bonitos jogos, tendo o último deles uma espetacular caçada do rei adversário -com alguma ajuda da outra jogadora, como vamos ver-. O jogo, com amplos comentários, foi publicado na edição 908 para assinantes de Xadrez Diário.




Pogonina,Natalija (2448) - Gunina,Valentina (2507)

62nd ch-RUS w Moscow RUS (5), 07.08.2012

[Notas com base aos comentários do MI Luis Rodi]

1.e4 c6 2.d4 d5 3.e5 Bf5 4.Cf3 e6 5.Be2 Ce7 6.0–0 h6 7.Cbd2 Bg6 8.Cb3 Cf5 9.a4 Cd7 10.a5 a6 11.c4

A novidade. Com antecedência as brancas empregaram o lance 11.Bd2 onde 11...Be7 12.g4 Ch4 13.Cxh4 Bxh4 14.f4 Be4 é de duplo gume, Gopal - Bologan, Gibraltar 2012

11...Be7 12.cxd5 cxd5 13.Bd3 0–0 14.g4 Ch4 15.Cxh4 Bxd3 16.Dxd3 Bxh4=

A posição é aproximadamente equilibrada. As peças menores pretas são algo melhores que as brancas, porém a primeira jogadora possue espaço e chances de iniciativa na ala de rei mediante a ideia f4

17.Bd2 f5 18.h3 Tf7 19.f4 Tc8 20.Rh2 Be7 21.Tg1 Cf8 22.Tg3 Tc7 23.Tag1 Bh4 24.T3g2 Dc8 25.Bc3 Cg6 26.De3 Ce7 27.Cd2 fxg4! 28.hxg4 g5 29.f5 exf5 30.e6 Tf6 31.gxf5 Tc6 32.Dh3 Cxf5 33.Cf3 Tcxe6 34.Cxh4 Dc7+ 35.Rh1 Te3 36.Cf3

A posição é novamente complicada. Com ambos os reis expostos, qualquer imprecisão pode ser fatal

36...Df4

36...Cd6 se responde com uma violenta entrega: 37.Txg5+!? que no entanto deve derivar em empate após 37...hxg5 38.Txg5+ Rf8 39.Dh8+ Re7 40.Tg7+ (40.Ce5 Dc8 41.Dg7+ Cf7 e as pretas vão se defendendo) 40...Tf7 41.Ce5 Th3+! 42.Dxh3 Txg7 43.Dh4+ Re6 44.Dh6+ Rf5 45.Dh3+ (ou 45.Dh5+ Tg5 46.Dh3+ Rf6 47.Dh6+ Rf5=) 45...Rf6 46.Dh6+ Rf5=


37.Cxg5

A continuação lógica, criando jogo contra o rei preto; 37.Tf2 Ch4 com vantagem preta

37...hxg5 38.Txg5+ Rf8?

Depois desta retirada as brancas arrematam de forma espetacular. Era necessária 38...Rf7! onde a divisão do ponto após 39.Dh7+ Re6 40.Dg8+ Rd7 41.Dxd5+ Rc7 (41...Cd6 42.Th5 com iniciativa) 42.Th5 Te7 43.Dc5+ Rd7 44.Dd5+ Rc7 teria sido o resultado lógico

39.Tg8+

Começa uma implacável caçada ao rei preto

39...Re7

Ou 39...Rf7 40.Dh7+ ganhando

40.Bb4+ Rd7

Não ajudam 40...Cd6 41.Bxd6+ Txd6 42.T1g7+ e as brancas ganham; ou 40...Re6 41.Te8+ Rd7 42.Dh7+ ganhando

41.T1g7+ Rc6 42.Tc8+ Rb5 43.Txb7+ Ra4


44.b3+! Rxb3

44...Txb3 45.Dxb3+ Rxb3 46.Bd2+ Ra4 47.Bxf4+-

45.Tc3+ Ra2 46.Dg2+

As pretas recebem mate na última fileira após 46...Rb1 47.Ba3+ Tb6 48.Tc1# 1–0

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Um caso para Sherlock



- Watson, não consigo.
- Tente mais um pouco, Sherlock. No final, se você descarta todos os sucessos imposíveis, o que resta, por mais improvável que pareça, deve ser a verdade.
- Você tem certeza absoluta que esta é a posição?


- Sim, tenho. Ontem no clube um grupo de pessoas a discutia, e dada a sua particular resolução anotei a posição e trouxe para você. As pretas, conduzidas por Simon Winawer, jogam e ganham de imediato.
- Watson, passei horas estudando a posição e não descobro. Tem ideias interessantes como 43...Dc1, porém leva um tempo a concretização. Me da a solução...
- Tente mais um pouco...
- Não! Se não me da a solução, agora mesmo vou procurar o meu violino!
- Está bem, está certo... pode deixar. O lance feito por Winawer foi 43...Cc5!
- ... porém meu querido doutor, esse lance é impossível!!
- É. Mas foi o feito no jogo, e poucos lances mais Mason teve que abandonar, pois o cavalo preto chega à casa e4 com grande efeto. Agora, antes que fique bravo, o verdadeiro misterio é: como pode acontecer isso? Um mestre experimentano pode não perceber que o cavalo saltou como bispo?
- Não, isso é impossível. Deixeme pensar...
Minutos mais tarde, Sherlock explicou a sua tesis:
- Um lance impossível deixa de ser um sucesso impossível, o que já merece um analises detalhado. No meu ponto de vista, a única explicação, se damos por certo que o mestre Mason estava em poder das suas faculdades mentais, parece a seguinte: o jogo foi suspendido -note que pelo número de lance isto é provável- e dias mais tarde, quando colocaram o tabuleiro com as peças alguém errou a casa do cavalo e colocou ele em d7. Talvez Mason tinha varias partidas suspendidas nessa jornada e não reparou o detalhe... o certo é que ele não analisou a posição com antecedência, caso no qual não teria perdido a posição real! Isto... isto é elemental!

NdE= O jogo aconteceu realmente; Mason - Winawer, Londres 1883

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

FIDE elabora agora listados mensuais de elo

A Federação Internacional de Xadrez começou publicar, desde este mes de agosto, o seu listado elo com frequência mensual. Lembremos que inicialmente a entidade publicava a cada seis meses, e nos últimos tempos o listado era publicado cada dois meses. A nova frequência responde a um mundo enxadrístico cada vez mais dinámico.
Os vinte primeiros no absoluto são:

RankNameTitleCountryRatingGamesB-Year
1 Carlsen, Magnus g NOR 2837 0 1990
2 Aronian, Levon g ARM 2816 0 1982
3 Kramnik, Vladimir g RUS 2797 9 1975
4 Radjabov, Teimour g AZE 2788 0 1987
5 Karjakin, Sergey g RUS 2785 9 1990
6 Anand, Viswanathan g IND 2780 0 1969
7 Nakamura, Hikaru g USA 2778 0 1987
8 Caruana, Fabiano g ITA 2773 15 1992
9 Morozevich, Alexander g RUS 2770 0 1977
10 Ivanchuk, Vassily g UKR 2769 0 1969
11 Grischuk, Alexander g RUS 2763 0 1983
12 Topalov, Veselin g BUL 2752 0 1975
13 Svidler, Peter g RUS 2749 0 1976
14 Kamsky, Gata g USA 2746 9 1974
15 Gelfand, Boris g ISR 2738 0 1968
16 Leko, Peter g HUN 2737 9 1979
17 Gashimov, Vugar g AZE 2737 0 1986
18 Bologan, Viktor g MDA 2734 10 1971
19 Ponomariov, Ruslan g UKR 2734 9 1983
20 Tomashevsky, Evgeny g RUS 2730 5 1987

domingo, 5 de agosto de 2012

Vinicius Tiné Martins vence aberto paraibano


O IV campeonato paraibano absoluto se realizou como etapa do Aberto do Brasil este ano, entre os dias 3 e 5. pelo sistema suíço em seis rodadas. O principal favorito era o grande mestre Everaldo Matsuura, porém resulto segundo, a meio ponto do vencedor, o mestre fide de Recife Vinicius Tiné Martins (foto tomada por Fernando Melo, do blog Reino de Caissa). O local Francisco Cavalcanti, também mestre fide, completou o pódio.
Matsuura empatou dois jogos: contra Luismar Brito na quarta rodada e, na última, contra o vencedor da prova, que começou com um 5/5 impressivo.
Participaram outros valores do xadrez nordestino, como os mestres fide Paulo Jatobá (Bahia), o referido Luismar Brito (paraibano) ou Maximo Iack Macedo (Natal). Desta última cidade também é o veterano Neri Silveira Filho, que ganhou a sua categoria mas também realizou uma muito boa atuação compartilhando a sexta posição.
Posições principais
1. V. Martins 5½; 2-5. E. Matsuura, F. Cavalcanti, P. Jatobá, L. Brito 5; 6-12. R. Cabral de Souza, N. Silveira Filho, M. Iack Macedo, B. De Almeida, M. Cunha Guimaraes, S. De Moura, C. Lopes Pinto 4½; etc. (100 participantes)

sábado, 4 de agosto de 2012

Ao fim, a solução!

Na olimpíada de Skopje, na ex Iugôslavia, alguns fortes participantes foram apresentados com o seguinte problema, que publicamos neste blog como o nosso problema da semana:


Se trata de uma obra do compositor iugôslavo Djaja, onde as brancas jogam e empatam. Por mais de meia hora, mestres como Paul Keres, Lothar Schmid, Robert e Donald Byrne, Jan Donner e Arthur Bisguier tentaram o resolver, sem sucesso.
Com algo mais de tempo, alguns dos nossos leitores acharam a solução. Parabens para eles!
 
A solução
O peão a das pretas ameaça promover, e não ajuda 1.Cf5+ Rd8 2.Cxd4? a2 3.Cc2 Tb2 -+ Somente serve 1.Cf5+ Rd8 2.Ta8+ Rxd7 3.a7 Ta4 4.Tg8 Tba6 e agora 5.Ch6! e as brancas dão perpétuo pela coluna g

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Torneios por todo o mundo

С поправкой на цейтнот
Maratonica batalha entre Alekseev (brancas, à dir) e Vitiugov pelo campeonato russo: venceu o primeiro deles
* A 65a edição do campeonato russo se celebra na capital desse país, Moscou, entre os dias 3 e 13 de agosto. O atual campeão, Peter Svidler, e os +2750 elo Sergey Karjakin e Alexander Grischuk são os principais favoritos. São dez grandes mestres compitendo pelo sistema round robin. Em forma simultánea tem lugar a 62a. edição do campeonato feminino, com as irmãs Kosintseva, Tatiana e Nadezhda, como favoritas. Link ao site oficial:

* Na cidade tcheca de Novy Bor, se enfrentam até o dia 8, em match à seis jogos, os grandes mestres Alexei Shirov e Viktor Laznicka. Após as primeiras duas partidas o placar está 1x1 (dois lutados empates). O site oficial é:

* A capital grega, Atenas, é sede do torneio mundial juvenil nas categorias absoluta e feminina. Brasil tem quatro representantes: o mi Evandro Barbosa e Hugo Zanotti Mendonça Caetano na absoluta e Danielle Sena Moura e Thauane Medeiros na feminina. Após as primeiras duas rodadas levam um, meio, zero e meio ponto respetivamente. Os resultados podem se ver nos seguintes links do site chess-results:

* No Brasil, o Campeonato Paraibano absoluto tem lugar na cidade de João Pessoa, que acaba de sediar o nacional senior. O grande mestre Everaldo Matsuura é o principal favorito. Link ao site da prova em chess-results:

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

FIDE confirma sanciones a tramposos

Os enxadristas francêses que utilizaram ajuda tecnológica durante as olimpiadas de Khanty Mansiysk foram sancionados de forma até leve (e o elo?), mas o importante é que a FIDE, mediante seu Comité de Ética, confirmou o castigo: três anos para Hauchard -era o capitão da equipe e passava lances ao grande mestre Feller, após recebir eles no seu celular via sms desde França-, dois anos e nove meses para Feller -que se beneficeu desses resultados- e um ano e seis meses para Marzolo, o mestre internacional que passava os lances.
Uma extensa e boa nota sobre os pormenores (em inglês), publicada pela chessbase pode-se ver neste link:
Iniciativas firmes como a que toma a FIDE devem ser aplaudidas; o nosso jogo ciência corre grande risco em mãos dos tramposos -os que arranjam resultados previo ao jogo, pagam por pontos, utilizam tecnologia para melhorar seus resultados, e um longo etcétera!- e nenhuma medida deste tipo é pouca para acabar com a impunidade.

Biel: quem foi o vencedor?

Anish Giri e Hikaru Nakamura, dois dos protagonistas do torneio
Bem, depende de que critério empreguemos para contar as vitórias. Desde o ponto de vista da organização, que utilizou o sistema Bilbao (três pontos por vitória, um por empate) o vencedor foi o grande mestre chinês Wang Hao, de muito boa atuação. Agora, de ter-se utilizado o sistema clássico (dois pontos por vitória e um por empate) o vencedor teria sido Magnus Carlsen, que esteve pertinho -pertinho- de quebrar o recorde elo de Kasparov -2851-. A ibope enxadrística chegou contabiliçar 2846 virgula algo para o prodigio norueguês.
As posições pelo sistema Bilbao: 1. Wang Hao 19; 2. Magnus Carlsen 18; 3-4. Anish Giri e Hikaru Nakamura 16; 5. Etienne Bacrot 7; 6. Viktor Bologan 4
As posições pelo sistema clássico: 1. Magnus Carlsen 7; 2. Wang Hao 6,5; 3-4. Anish Giri e Hikaru Nakamura 6; 5. Etienne Bacrot 3; 6. Viktor Bologan 1,5
Vale destacar que Bologan teve dois jogos menos que o resto dos participantes, já que reemplazou ao participante original -Alexander Morozevich- por do~encia deste último desde a terceira rodada.
O sistema Bilbao premia as vitórias, porém neste caso particular deve-se notar que se bem que Wang Hao obteve mais vitórias (seis em total sobre dez jogos, para este nível um notável registro), também perdeu mais: as duas ante Carlsen... que não sofreu derrota.
É o sistema Bilbao a solução para acrescentar a competitividade? Os leitores têm a palavra!